Presidente da Síria remodela Governo mas mantém aparelho de segurança

Mudanças destinam-se a reanimar a economia do país. Os confrontos entre as tropas de Bashar al-Assad e as forças rebeldes prosseguem em Damasco e na província de Homs.

Foto
Presidente Bashar al Assad poupou os ministros da Defesa e do Interior Reuters

Assad substituiu os titulares das pastas das Finanças, Trabalho, Segurança Social, Agricultura, Obras Públicas, Habitação e Petróleo. Os ministros da Defesa e do Interior, responsáveis pelo aparelho de segurança e pela campanha contra as forças da oposição, mantiveram-se no cargo.

O duelo entre as tropas do regime e os rebeldes que exigem a saída do Presidente prosseguia este sábado nos arredores de Damasco, com bombardeamentos aéreos a atingirem várias localidades próximas da capital bem como importantes vias de acesso ao centro da cidade.

Na província de Homs, a violência fez vários mortos. Um rapaz de onze anos morreu na cidade de al-Qusair, um dos alvos do fogo do regime. Em Rastan foram reportadas as mortes de dois homens e uma mulher, e pelo menos quatro combatentes perderam a vida nos confrontos na aldeia de Kafar Aya, controlada pelos rebeldes e alvo de uma ofensiva governamental.
 
 
 

Sugerir correcção
Comentar