Torne-se perito

Circulação de comboios reaberta, mas condicionada a uma via entre Oeiras e Algés

Refer admite que possa haver constrangimentos na circulação na Linha de Cascais durante mais algum tempo.

Foto
Comboio que descarrilou em Algés ainda não foi retirado da linha Daniel Rocha

A Refer reabriu uma das vias da Linha de Cascais entre Algés e Oeiras às 15h05, depois de a circulação ter estado interrompida nos dois sentidos nesta zona devido ao descarrilamento de dois comboios, ao início da manhã.

Segundo a porta-voz da Refer, Susana Abrantes, a circulação naquele troço está a fazer-se numa única via para os dois sentidos, o que poderá provocar “constrangimentos”. Não há previsão sobre quando estará completamente reaberta a linha.

Os meios de socorro da Refer começaram depois do meio-dia os trabalhos de remoção das carruagens. A composição que descarrilou à entrada da estação de Caxias foi já retirada, mas a que descarrilou junto à estação de Algés continua na linha, estando em curso os trabalhos de remoção.

Ambos os descarrilamentos ocorreram no sentido Cascais-Lisboa, mas a linha foi interrompida nos dois sentidos nos locais dos acidentes.

A circulação entre Oeiras e Cascais e entre Algés e Cais do Sodré foi retomada ainda durante a manhã. Os descarrilamentos não causaram feridos.

O primeiro comboio a descarrilar, às 8h25, foi o que saiu de Cascais às 8h04. Cerca de seis minutos depois, às 8h31, descarrilou em Algés o comboio que tinha saído de Oeiras às 8h10, e que pára em todas as estações até ao Cais do Sodré.
 

Sugerir correcção