O longo e difícil trajecto dos Lobos rumo a Inglaterra começa neste sábado

A selecção nacional de râguebi inicia, no Estádio Universitário de Lisboa, a fase de qualificação para o Mundial 2015.

Foto
Gonçalo Uva e Severino no jogo frente à Roménia em 2010 Pedro Cunha

A situação é delicada para a Federação Portuguesa de Râguebi (FPR) e parece não ter resolução. A selecção nacional recebe hoje a Roménia, um dos principais rivais na luta pelo apuramento directo para o Mundial, mas jogará desfalcada num dos sectores onde, tradicionalmente, sente mais dificuldades frente às formações do Leste: a primeira-linha.

Perante um adversário que tem na força do pack avançado a sua principal arma, Portugal não vai contar com Cristian Spachuk, Tadjer Barbosa, David Penalva e Aurélien Béco. Os três primeiros invocaram “motivos pessoais” para não defrontarem a Roménia, enquanto Béco informou que está lesionado, apesar de a FPR não ter recebido qualquer relatório médico a justificar a lesão.

Contactado pelo PÚBLICO, Tomaz Morais, director técnico nacional, explicou que Tadjer Barbosa e David Penalva entraram em contacto com a FPR e que os dirigentes federativos, “olhando para o lado humano”, acederam às solicitações dos jogadores. “Ao Tadjer Barbosa, que acaba contrato este ano, foi pedido para jogar. O clube tem os outros talonadores lesionados. Percebemos que era importante para ele jogar pela equipa e chegámos a um acordo”, revelou.

O mesmo se passa com David Penalva, “um jogador muito querido” que “já deu muito à selecção”. Em relação a Spachuk, o luso-argentino “vai ser pai” e não queria “deixar a mulher, que é portuguesa e não fala francês, sozinha em França”. Os três jogadores estarão, no entanto, disponíveis para próximas convocatórias.

Diferente é a situação de Aurélien Béco. O jogador do Colomiers informou a FPR que “tinha uma lesão no pescoço”, mas, ao contrário do que aconteceu com Samuel Marques — o Albi enviou o relatório médico —, todas as tentativas federativas para confirmar a lesão de Béco foram infrutíferas. “Vamos estar atentos ao que se vai passar este fim-de-semana”, garantiu Tomaz Morais.

O director técnico nacional, que sabe que “os jogadores sofrem muita pressão pelos clubes”, lembrou que há regulamentos para cumprir e garantiu que a FPR será intransigente a fazer valer os seus direitos se Béco alinhar pelo Colomiers neste fim-de-semana.

Apesar das ausências, Morais acredita que Portugal tem “armas para derrotar a Roménia”, num jogo que “vai ser decidido no combate”. “Se aguentarmos a intensidade que os romenos vão introduzir no jogo, podemos vencer”, afirma o director técnico nacional, que, no entanto, adverte para a pouca rotina de jogo entre o par de médios: Francisco Magalhães e Pedro Leal.

Para além da Roménia, Portugal terá que defrontar no apuramento a Geórgia, a Rússia, a Espanha e a Bélgica. Os georgianos são os grandes favoritos e dificilmente deixarão fugir o primeiro lugar, mas entre as restantes selecções há muito equilíbrio.

Os romenos, que nunca falharam o apuramento para um Campeonato do Mundo, serão, em teoria, os principais rivais de Portugal na luta pelo segundo lugar, a par da Rússia, que, nos últimos anos, tem dado muitas dores de cabeça à selecção portuguesa.

Num segundo patamar, mas com legitimas aspirações a lutar pela qualificação estão a Espanha e a Bélgica. Os espanhóis têm progredido muitos nos últimos anos e são sempre um problema para Portugal, pela rivalidade entre as duas selecções, enquanto os belgas, que contam com muitos jogadores que alinham nos campeonatos franceses, são a grande incógnita.

Os dois primeiros classificados da fase de qualificação, que apenas terminará em Março do próximo ano, apuraram-se directamente para o Mundial 2015, enquanto o terceiro classificado vai disputar uma repescagem.

XV de Portugal: 1 - Francisco Fernandes, 2 - João Correia, 3 - Juan Murré, 4 - Gonçalo Uva, 5 - David dos Reis, 6 - Jacques Le Roux, 7 - Julien Bardy, 8 - Juan Severino; 9 - Francisco Magalhães, 10 - Pedro Leal, 11 - Gonçalo Foro, 12 - Carl Murray, 13 - Frederico Oliveira, 14 - Adérito Esteves, 15 - Nuno Penha e Costa.

XV da Roménia: 1 - Lazar Mihaita, 2 - Radoi Andrei, 3 - Ursache Andrei, 4 - Ursache Vali, 5 - Sirbe Marius, 6 - Lucaci Viorel, 7 - Macovei Mihai, 8 - Carpo Daniel, 9 - Surugiu Florin, 10 - Manole Dorin, 11 - Apostol Adrian, 12 - Vlaicu Florin, 13 - Dascalu Robert, 14 - Rosca Mihai, 15 - Fercu Catalin.

Calendário da 1.ª fase do apuramento:

Jornada 1 (2 Fevereiro)
PORTUGAL - Roménia
Rússia - Espanha
Bélgica - Geórgia

Jornada 2 (9 Fevereiro)
Geórgia - PORTUGAL
Roménia - Rússia
Bélgica - Espanha

Jornada 3 (23 Fevereiro)
Rússia - Geórgia
Espanha - Roménia
PORTUGAL - Bélgica

Jornada 4 (9 Março)
Geórgia - Espanha
PORTUGAL - Rússia
Bélgica - Roménia

Jornada 5 (16 Março)
Roménia - Geórgia
Espanha - PORTUGAL
Rússia - Bélgica

Sugerir correcção
Comentar