pikadilly/Flickr
Foto
pikadilly/Flickr

Festival em Nova Iorque à espera de curtas portuguesas

O NY Portuguese Short Film Festival aceita candidaturas até 1 de Março de 2013. O primeiro festival de cinema português nos Estados Unidos decorre de 31 de Maio e 1 de Junho

As inscrições para a terceira edição do NY Portuguese Short Film Festival, a decorrer em Nova Iorque de 31 de Maio e 1 de Junho, estão abertas até ao dia 1 de Março.

O NY Portuguese Short Film Festival foi o primeiro festival de cinema português nos Estados Unidos e acontece em simultâneo em Portugal e no Brasil. No ano passado, foram escolhidos 14 filmes de um total de 80. A directora do Arte Institute, Ana Ventura Miranda, disse à agência Lusa que não há um limite para os filmes que serão mostrados este ano e que os critérios são “o gosto pessoal do júri, a originalidade da história e a forma como foram filmados.”

A organização convidou para o júri personalidades do meio cinematográfico português, brasileiro e americano, como Alejandro Merizalde, do museu MoMA, o argumentista Rui Vilhena, o ator Ricardo Pereira, o director de programação do Provincetown International Film Festival, Jared Earley, a fundadora da produtora CAVU, Isil Bagdadi, e o realizador americano Don Cato.
“Queremos que o festival seja uma ponte para outros mercados, como o americano, e que o maior número de pessoas seja apresentado ao trabalho dos realizadores portugueses”, disse Ana Miranda.

Apoio da cidade de Nova Iorque

Segundo Ana Miranda, a mostra já teve efeitos concretos, como a exibição de curtas-metragens portuguesas em festivais americanos, que aconteceu no Provincetown Film Festival e no Screen Loud Film Festival. O festival é apoiado pelo New York State Council on the Arts and the New York City Department of Cultural Affairs.

“O sucesso da primeira edição permitiu ter o apoio da cidade de Nova Iorque no ano passado e isso deve repetir-se este ano”, adiantou Ana Ventura Miranda.

O Arte Institute existe desde 2011 e é uma organização sem fins lucrativos, com base em Nova Iorque, que “dinamiza a produção e difusão de artistas e projectos de arte contemporânea portuguesa”, segundo a página da organização na Internet.


O regulamento e o formulário para submissão de candidaturas podem ser encontrados aqui.