Satélite soviético “em ruínas” deverá cair na Terra na terça-feira

O satélite soviético Kosmos-1484 vai mergulhar na atmosfera terrestre.

Imagem por computador do lixo espacial que orbita a Terra
Foto
Imagem de computador do lixo espacial que orbita a Terra NASA

Se tudo correr como previsto, o satélite soviético Kosmos-1484, que tem o tamanho de um pequeno autocarro e pesa mais de duas toneladas, deverá cair na Terra esta terça-feira.

Lançado em 1983 para observar os recursos naturais do nosso planeta, este satélite nunca chegou a funcionar correctamente devido a um problema no seu sistema de orientação, explica o diário espanhol El Mundo. Para mais, há dez anos, sofreu uma explosão que lhe arrancou parte da sua estrutura. Mesmo assim, permaneceu todo este tempo em órbita em redor da Terra, a uma altitude de várias centenas de quilómetros.  

O satélite não deverá causar danos, desintegrando-se na atmosfera antes de atingir o solo.

Segundo a Agência Espacial Europeia, há neste momento mais de 20 mil objectos com mais de dez centímetros considerados "lixo espacial" a orbitar a Terra.