Torne-se perito

Morreram 32 pessoas nas estradas portuguesas nos primeiros 21 dias do ano

Mais nove do que em igual período do ano passado. Dados não incluem vítimas do acidente deste domingo na Sertã.

Foto
O número de vítimas mortais aumentou face ao mesmo período do ano passado Manuel Roberto

Os acidentes rodoviários provocaram nos primeiros 21 dias do ano 32 vítimas mortais, mais nove do que no mesmo período de 2012, segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

 Os dados da ANSR não contemplam ainda as 16 vítimas mortais que se registaram, até agora, neste fim-de-semana nas estradas portuguesas.

A ANSR adianta que os distritos com mais mortos em acidentes rodoviários foram Setúbal, Lisboa e Porto, com cinco mortos cada um.

Segundo a ANSR, que incluiu dados da PSP e da GNR, 93 pessoas ficaram gravemente feridas, entre 1 e 21 de Janeiro, menos 18 do que no mesmo período do ano passado.

Também os feridos ligeiros diminuíram nos primeiros 21 dias do ano, passando dos 2.013 para os 1.812.

Os dados da ANSR apenas incluem os mortos no local do acidente ou a caminho dos hospitais.

A GNR registou, no sábado, 149 acidentes que provocaram quatro mortos, dois feridos graves e 36 feridos ligeiros.

Um acidente de autocarro de manhã deste domingo na Sertã causou 11 mortos.

Uma pessoa também morreu neste domingo devido a uma colisão entre um veículo ligeiro e um pesado de mercadorias na zona de Alcácer do Sal.

Sugerir correcção