Dez das 11 vítimas residiam em Portalegre

Autarquia decreta luto municipal. Governo reforça equipas que vão efectuar as autópsias.

Fotogaleria
Portalegre montou um gabinete de apoio aos familiares das vítimas Rui Gaudêncio
Fotogaleria

A presidente da Câmara de Portalegre, Adelaide Teixeira, revelou que dez das vítimas mortais no acidente rodoviário da Sertã residiam em Portalegre. A outra morava em Assumar, no concelho de Monforte.

A autarca explicou ainda que as vítimas tinham idades que variavam entre os 40 e 65 anos, havendo três casais, marido e mulher, entre os mortos.

O autocarro transportava quatro pessoas do concelho de Monforte, três de Marvão, duas de Arronches, uma de Castelo de Vide e 34 de Portalegre.

Dos 33 feridos, 12 dos continuam internados em estado grave nos hospitais da Universidade de Coimbra, Pediátrico de Coimbra, Castelo Branco e São José.

Adelaide Teixeira referiu ainda que 12 dos feridos já tiveram alta hospitalar e regressaram às suas casas.

A presidente da Câmara decretou ainda dois dias de luto municipal.

O Governo, por outro lado, reforçou as equipas de Medicina Legal, que a partir desta segunda-feira vão efectuar aos autópsias. O objectivo é libertar os corpos o mais rapidamente possível.