"Podíamos ter marcado mais golos", considera Vítor Pereira

Técnico do FC Porto elogia exibição da sua equipa, mas reconhece o mérito ao Paços de Ferreira. Paulo Fonseca reconhece justiça na vitória dos "dragões".

Vítor Pereira destacou a forma como a sua equipa jogou e considerou que o resultado pecou por escasso
Foto
Vítor Pereira destacou a forma como a sua equipa jogou e considerou que o resultado pecou por escasso Miguel Riopa/AFP (Arquivo)

Vítor Pereira mostrou-se satisfeito com o trabalho dos seus jogadores, considerando que o FC Porto criou oportunidades suficientes para marcar mais do que dois golos. Já Paulo Fonseca, técnico dosdo Paços de Ferreira, reconheceu que a vitória dos "dragões" foi justa.

"Fizemos uma excelente primeira parte e criámos quatro ou cinco ocasiões. O golo acabou por trazer tranquilidade", resumiu este sábado à noite o treinador dos portistas no flash interview da Sport TV, no final do encontro.

"Defrontámos um belíssimo adversário, com qualidade e que ainda não tinha perdido fora esta época. Não me recordo de termos concedido nenhuma oportunidade e podíamos ter marcador mais golos", referiu, elogiando o comportamento dos seus jogadores: "Nós somos uma equipa serena, que sabe o que quer e vai forçando o erro do adversário até alcançar o golo."

Sobre a eventual chegada do avançado brasileiro Liedson no mercado de Inverno para reforçar o ataque da sua equipa, Vítor Pereira não quis tecer comentários, destacando apenas a forma séria, profissional e discreta com que os dirigentes do FC Porto tratam destes assuntos.

"Resultado justo" para Paulo Fonseca

Também Paulo Fonseca atribuiu mérito aos portistas na primeira derrota da sua equipa fora de Paços de Ferreira, esta temporada. "Foi um resultado justo e não é desprimor nenhum perder o primeiro jogo fora com o FC Porto. Foi mais forte do que nós", sintetizou, referindo que o primeiro golo dos "dragões", a abrir o segundo tempo, ainda dificultou mais a sua missão.

"Raramente conseguimos sair para o ataque. Os meus jogadores deram tudo, mas é difícil jogar aqui. Fizemos um jogo sério e competente", defendeu, atribuindo a FC Porto, Benfica e Sp. Braga um nível competitivo superior aos restantes adversários.

Izmailov cansado, mas confiante

Satisfeito com o primeiro golo ao serviço dos "dragões" estava Izmailov, que confessou o seu profundo cansaço no final do encontro.

"Não tenho jogado muito e achei que não seria possível estar a este nível neste momento. O ritmo do jogo foi muito alto e estou muito cansado. Tentei dar o máximo e estou a trabalhar para recuperar o mais rapidamente possível a melhor condição física", confessou. O ex-jogador do Sporting garantiu ainda que se adaptou facilmente ao novo clube.