Polícia de moto atirado ao chão por condutor que falava ao telemóvel e ignorou ordem para parar

Automobilista também se recusou a efectuar o teste de alcoolemia. Agente da PSP sofreu ferimentos ligeiros.

A PSP anunciou esta terça-feira a detenção, em Guimarães, de um automobilista de 39 anos por desobediência ao sinal de paragem de um polícia, tentativa de atropelamento e recusa em efectuar o teste de alcoolemia.

Segundo a PSP, um polícia deu ordem de paragem ao automobilista, por estar a conduzir e a falar ao telemóvel, mas o homem não obedeceu. O polícia perseguiu-o, de moto, e o automobilista acabou por o fazer cair, provocando-lhe alguns ferimentos ligeiros, além de danos no motociclo. Mesmo assim, o agente da PSP conseguiu abrir a porta da viatura e deter o automobilista. “O suspeito foi também interveniente em acidente de viação”, acrescenta a PSP.

Conduzido à esquadra, recusou-se a fazer o teste do álcool, pelo que foi levado ao hospital, para um outro teste que permitirá apurar a taxa de alcoolemia. O detido, encarregado da construção civil, foi presente ao Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Guimarães, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de termo de identidade e residência.