Jorge Jesus acredita que vai contar com Luisão frente ao FC Porto

Na véspera do clássico com os dragões, o treinador do Benfica disse não saber se vai contar com Rodrigo e Cardozo. Na Luz garante que a equipa vai dar luta.

Jorge Jesus garantiu que o Benfica vai “lutar pela vitória”
Foto
Jorge Jesus garantiu que o Benfica vai “lutar pela vitória” Fernando Veludo/NFActos

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, acredita que vai contar com o defesa Luisão para a recepção deste domingo ao FC Porto, da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol. Rodrigo e Cardozo estão em dúvida para o jogo, que o técnico benfiquista sublinha não resolver nada em termos de campeonato.

“O Luisão está a treinar, tem dado boas indicações e o treino de hoje é o teste decisivo. Vamos ver como ele se vai portar, mas estamos esperançados que possa estar no jogo”, disse o técnico na conferência de imprensa de antevisão ao clássico.

Sobre a situação dos avançados Cardozo e Rodrigo, que falharam o último jogo devido a problemas físicos, Jorge Jesus referiu que ainda não sabe se vai contar com os dois jogadores. “Ainda não tenho a uma certeza absoluta, pois ainda temos dois treinos até ao jogo. São jogadores que apresentam melhoras significativas, mas ainda não tenho a certeza se vou levar esses dois jogadores para o jogo. Fica em stand-by”, salientou.

Mesmo que não possa contar com nenhum dos dois avançados, o técnico garantiu que vai ter sempre, pelo menos, dois avançados à disposição, Lima e Alan Kardec. “Tenho o Alan Kardec. Temos que contar com ele, esteve muito bem e acreditamos muito nele. Com as recuperações ou não do Cardozo e Rodrigo, temos sempre dois pontas-de-lança”, disse.

Jorge Jesus desvalorizou ainda a ausência no FC Porto de James Rodriguez, por lesão, destacando os problemas que o Benfica também tem. “Sobre o facto de o FC Porto não ter um jogador, já falamos de três que o Benfica pode não ter. São muito mais importantes que o jogador do FC Porto”, concluiu.

O jogo “não resolve nada”

Jorge Jesus garante que a sua equipa vai entrar em campo na procura dos três pontos. “O jogo vale três pontos. Damos mais importância, pois é um clássico e são duas equipas que têm sido as vencedoras dos campeonatos em Portugal. O vencedor pode ficar mais confiante, mas não resolve nada. Se o campeonato acabasse segunda-feira resolvia, mas o campeonato só acaba em Maio e quem chegar na frente é que será campeão”, disse.

Apesar de desvalorizar a importância do jogo de domingo, Jorge Jesus garantiu que o Benfica vai “lutar pela vitória”. “Estes jogadores já têm muita experiência e estes clássicos não mexem com o seu rendimento. Vamos à procura dos três pontos, da vitória, dentro das nossas ideias. Não importa o nome do adversário, mas sim a ideia que trabalhámos durante a semana”, defendeu.

Sobre as palavras do técnico do FC Porto Vítor Pereira, referiu que “o que interessa é o presente”. “Se for o historial do Vítor Pereira tem uma vitória, um empate e uma derrota com o Benfica. Se formos ver para trás, em 1943 o Benfica ganhou 12-2 ao FC Porto, mas não vamos por aí. O presente é que conta no futebol”, reforçou.

Jorge Jesus disse ainda que o técnico dos azuis e brancos “tem o direito de afirmar o que quiser” e reafirmou que o Benfica está ainda em quatro competições. “Que eu saiba o Benfica está no campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e na Liga Europa. Temos um jogo em Fevereiro com o Bayer Leverkusen, só se foi adiado. É verdade que não estamos na ‘Champions’, mas estamos em quatro competições, onde é que está a dúvida?”, questionou.

O jogo entre o Benfica, líder do campeonato, com 35 pontos, e o FC Porto, com menos três pontos e um jogo disputado, está agendado para domingo, pelas 20h15, no Estádio da Luz, numa partida arbitrada por João Ferreira (Setúbal).
 

Sugerir correcção