António José Seguro prevê visitar a China este ano, a convite do PC chinês

Maria de Belém Roseira está actualmente no país com dez empresários, também a convite dos comunistas chineses.

“Em princípio, durante este ano, poderá encontrar-se uma oportunidade para a visita do secretário-geral do PS”, afirmou a presidente do PS, que termina no sábado uma visita de seis dias à China, a convite do PCC, acompanhada por dois quadros dirigentes do partido e dez empresários.

É a primeira delegação do género desde que os dois partidos estabeleceram relações políticas, há cerca de três décadas. “Temos um relacionamento franco e amigo com o Partido Comunista Chinês, o que cria uma base de confiança para aprofundar as oportunidades económicas”, afirmou a presidente do PS.

Questionada sobre o crescente investimento chinês em Portugal, Maria de Belém Roseira disse que, “desde que sejam asseguradas as metodologias impostas pela cultura democrática” portuguesa, o PS vê isso “com muito bons olhos”.

“A China será um actor global com cada vez mais força e uma presença chinesa em Portugal abre-nos também novos perspectivas”, acrescentou. Além de Pequim, onde se encontrou com um dos membros da nova liderança central da China, Liu Yunshan, a presidente do PS visitou Suzhou, Xangai e Nanjing.
 
 

Sugerir correcção
Comentar