Inscrições esgotadas e mil atletas na S. Silvestre da Amadora

A 38.ª edição da prova que se realiza no último dia do ano terá alguns dos melhores atletas portugueses, como Sara Moreira ou Rui Pedro Silva.

A São Silvestre da Amadora costuma ser muito concorrida
Foto
A São Silvestre da Amadora costuma ser muito concorrida Paulo Pimenta

No próximo dia 31, as ruas da Amadora vão-se encher, uma vez mais, com os participantes na 38.ª edição da mais conceituada corrida de fim de ano que se realiza em Portugal.

E não será só o milhar de corredores que esgotaram as inscrições a contribuir para a festa, mas também os muitos milhares de pessoas que, cumprindo a tradição, estarão na rua a aplaudir e a incentivar os atletas: para os amadorenses, assistir a este evento é parte fundamental das celebrações do Ano Novo.

Esta é uma corrida urbana de 10km por um difícil e acidentado percurso e o que a torna diferente e incomparável em Portugal é a quantidade de espectadores – para os praticantes da corrida, esta é uma experiência obrigatória. Organizada pelo D. O. Rangel, a prova deste ano terá a partida junto à sede do clube, sendo o resto do percurso idêntico ao das anteriores, com destaque para a célebre subida dos Comandos da Amadora, onde é frequente as classificações se decidirem.

Esta corrida, há alguns anos, conseguia conciliar a nata dos fundistas portugueses com estrangeiros de nomeada, mas as restrições económicas obrigaram a que o cartaz se tornasse mais modesto. Ainda assim, no lado feminino (partida às 18h), destaque para Sara Moreira (Maratona), Inês Monteiro (individual) e Clarisse Cruz (Sporting), que enfrentarão a letã Jelena Prokopcuka, pentavencedora e recordista da prova (32m10s em 2004) e a jovem (22 anos) Nazareth Weldu, da Eritreia.

Em masculinos (partida às 18h10), Manuel Damião e Fernando Silva (ambos do Maratona), os benfiquistas Rui Pedro Silva e Hélio Gomes, bem como Luís Feiteira (RB Running), terão a oposição do eritreu Amanuel Mesel, do ugandês Simon Ayeko e do moldavo Roman Prodius, recente vencedor das S. Silvestres de Ponta Delgada e do Crato.

Como já é tradição, D. O. Rangel, na apresentação da corrida, homenageou duas figuras do atletismo. Este ano, os distinguidos foram o ex-maratonista Joaquim Silva e Sameiro Araújo, a treinadora fazedora de campeãs, como Manuela Machado, Conceição Ferreira, Albertina Machado e Jéssica Augusto.