Poder de compra caiu quase três pontos face à média da UE em 2011

Na zona euro, Portugal só ficou à frente da Eslováquia e da Estónia. O nível de preços foi 82,4% da média da UE.

Foto
Carla Carvalho Tomás (arquivo)

Entre os 17 países da zona euro, Portugal manteve, no ano passado, a mesma 15.ª posição que tinha em 2010, apenas acima da Eslováquia e da Estónia, segundo os dados provisórios divulgados nesta quinta-feira pelo INE.

Portugal está em 21.º lugar no conjunto de 37 países europeus para que este indicador foi calculado pelo Eurostat, sendo 19.º entre os 27 da União Europeia.

Avaliado em euros, o PIB por habitante de Malta ou da República Checa são inferiores ao de Portugal, mas, quando avaliado em paridades de poder de compra (PPC), o PIB por habitante daqueles países é superior ao português, devido a terem um menor nível de preços.

O Eurostat e os institutos de estatística de cada país calculam anualmente paridades de poder de compra para 37 países europeus, para apresentarem estimativas do conjunto da despesa ajustado das diferenças de preços entre cada um deles. No ano passado, o PIB em euros caiu 1,7%, menos do que o recuo de 2,9% que sofreu quando ponderado pela PPC.

Em Portugal, o nível de preços em 2011 foi de 82,4% da média da EU a 27, quando em 2010 foi de 83%. Isto significa que, no ano passado, o PIB por habitante foi de 16.046 euros, mas que, quando ajustado às paridades de poder de compra, passa para 19.468 euros.