Antigo guarda-redes do Nápoles assume que viciou resultado

Matteo Gianello admitiu que manipulou o resultado de um jogo do campeonato italiano de 2010.

O Nápoles surge envolvido em mais um caso de manipulação de resultados em Itália
Foto
O Nápoles surge envolvido em mais um caso de manipulação de resultados em Itália Olivier Morin/AFP

O Nápoles poderá ser penalizado com a subtracção de dois pontos, depois de um antigo guarda-redes da equipa azzurri ter admitido, nesta segunda-feira, que participou na manipulação de um resultado de um jogo em 2010.

Perante os responsáveis do comité disciplinar da Federação Italiana de Futebol (FIGC), o guardião Matteo Gianello assumiu que viciou o resultado do jogo entre a Sampdoria e o Nápoles, a 16 de Maio de 2010, e que terminou com a vitória da equipa de Génova, por 1-0.

Nesse encontro da última jornada do campeonato, a Sampdoria garantiu o quarto lugar e o acesso à Liga dos Campeões da temporada seguinte.

Por ter colaborado com a FIGC, o organismo decidiu reduzir a suspensão de Matteo Gianello para 16 meses.

Na mesma audiência, Paolo Cannavaro, actual capitão do Nápoles, o defesa Gianluca Gava e responsáveis da emblema napolitano negaram qualquer envolvimento em manipulação de resultados.

Actualmente, o Nápoles ocupa o terceiro lugar da Série A, com 33 pontos, menos cinco que a Juventus, que lidera.

Já esta temporada quatro equipas foram punidas com redução de pontos, depois de ter sido provada a existência de manipulação de resultados. O Siena perdeu seis pontos, a Atalanta ficou sem dois e Sampdoria e Torino, ambos, sem um.