Portugal desperdiça um milhão de toneladas de alimentos por ano

O país desperdiça por ano 17% dos alimentos produzidos para consumo humano - menos do que a média europeia.

Foto
A indústria conserveira apenas aproveita metade do peixe que dá entrada no seu processo de transformação João Henriques

Há quem deite fora um iogurte que está fora do prazo, quem ponha no lixo os restos do jantar, ou o lanche que o filho não comeu, a fruta que amadureceu de mais, as sobras que guardou durante uma semana com a intenção de os aproveitar e que, entretanto, se estragaram. Podem ser pequenas quantidades, mas, se somarmos o que cada um de nós, consumidores, deitamos fora, percebemos que estamos a contribuir para o milhão de toneladas de alimentos que anualmente são desperdiçados em Portugal. Um valor que corresponde a 17% do que o país produz.

Do Campo ao Garfo - Desperdício Alimentar em Portugal, o primeiro estudo deste tipo feito no país, é apresentado quinta-feira (a partir das 15 horas) na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, na última sessão-debate do ciclo sobre Alimentação, em parceria com o PÚBLICO.

Leia mais no PÚBLICO de hoje ou na edição online exclusiva para assinantes. Leia ainda sobre o que podemos fazer para reduzir o desperdício alimentar para metade até 2025 e como se podem calcular os desperdícios.