Torne-se perito

Mendes acusa Gaspar de fazer dos portugueses "um conjunto de atrasados mentais"

O ex-líder do PSD diz que Vítor Gaspar está a "gozar o pagode".

Marques Mendes diz que remodelação governamental é “inevitável”
Foto
Marques Mendes diz que remodelação governamental é “inevitável” Foto: Pedro Cunha

Luís Marques Mendes acusou, na noite de quinta-feira, o ministro das Finanças de “fazer dos portugueses um conjunto de atrasados mentais" a propósito das suas declarações contraditórias sobre Portugal ter ou não algumas das condições concedidas à Grécia pela troika.

No seu comentário semanal no jornal da TVI24 Política Mesmo, o ex-presidente do PSD afirmou que Vítor Gaspar está a "gozar o pagode".

"Eu acho que ficava bem ao ministro das Finanças, em vez de andar a fazer dos outros parvos, dizer esta coisa muito simples: 'A União Europeia não considerou desejável não nos comparar à Grécia, é até é compreensível isso'. Por que é até compreensível essa parte. Agora o que não lhe fica bem é fazer dos portugueses um conjunto de atrasados mentais que não são capazes de perceber as coisas", criticou o ex-líder do PSD. 

O conselheiro de Estado de Cavaco Silva defendeu ainda que o Presidente da República veio pôr os "pontos nos ii", ao lembrar que Portugal não deve desistir. "Não é por a Alemanha ter dito isto que nós agora vamos baixar os braços", lembrou. 

Marques Mendes considera também que o país vai ter "muitas destas condições, mas mais tarde".

Sugerir correcção