Biodiversidade

Afinal, há seis (e não três) espécies de lampreias em Portugal

Passam grande parte da vida enterradas no leito dos rios — na realidade, quatro a cinco anos, como larvas. Umas vão para o mar e são as comestíveis, outras mantêm-se sempre nos cursos de água doce.