Nasceu um festival assombrado na Madeira

Entre os sete filmes seleccionados para a primeira edição do MMiFF estão os vários feitos a partir do último álbum dos Sigur Rós, Valtari
Foto
Entre os sete filmes seleccionados para a primeira edição do MMiFF estão os vários feitos a partir do último álbum dos Sigur Rós, Valtari

O MMiFF (Madeira Micro international Film Festival) acontece entre 6 a 8 de Dezembro

O Madeira Dig, evento anual ligado à música electrónica, já existia desde 2004, mas será este ano, entre 6 e 8 de Dezembro, que um outro evento chegará à ilha: o MMiFF (Madeira Micro international Film Festival), também produzido pela equipa alemã Digital in Berlin. "Sempre tivemos um velho cinema na Madeira [Cine Sol] que ficava em frente à base do festival, o hotel Estalagem da Ponta do Sol", diz-nos Michael Rosen, organizador do MMiFF. "Tínhamos a ideia de trabalhar nele também, falámos com o seu proprietário e conseguimos, este ano, começar a mostrar filmes." Nasceu então uma pequena mostra de cinema fantástico (sete filmes, entre os quais se encontram os vários feitos a partir de Valtari, o último disco dos Sigur Rós). "Queríamos responder à atmosfera desta cidade-fantasma com um velho cinema art-déco de cem anos. Durante o processo de selecção de filmes, achámos que seria uma boa ideia seguir com essa direcção. Agora, já nos sentimos mais abertos a outras categorias." O MMiFF é, portanto, um festival que deseja crescer, mas sobretudo incentivar uma comunidade artística. "É num sítio pequeno, só para 150 pessoas. Depois de três dias, tornamo-nos uma comunidade, tudo se torna uma atmosfera única", explica-nos Rosen.

A sua selecção de filmes, que partiu de "uma pesquisa de três meses em festivais e companhias de distribuição", deseja unir essa atmosfera única da Madeira a outros locais no mundo e também a outros públicos. "Interessam-me eventos em sítios invulgares e gostaria de viajar com esse conceito: no próximo ano, vamos tentar fazer uma extensão nos Alpes, ou talvez ainda no México. Por não ser apenas um evento cultural, mas também turístico, vamos ao encontro de um outro tipo de pessoas que a Madeira tem habitualmente." Os detalhes podem ser consultados em www.mmiff.com. Levantem-se então os fantasmas para um festival assombrado.

Sugerir correcção