Carta de 70 personalidades pede a Passos que se demita

Mário Soares é o primeiro subscritor de uma carta que exige uma mudança de política ao Governo.

Foto
Mário Soares é um dos subscritores da carta Nuno Ferreira Santos

Numa carta dirigida ao primeiro-ministro, 70 personalidades de vários quadrantes da sociedade exigem uma alteração de política e, caso isso não aconteça, defendem ser dever de Passos Coelho “retirar as consequências políticas que se impõem, apresentando a demissão ao senhor Presidente da República, poupando assim o país e os portugueses ainda a mais graves e imprevisíveis consequências”.

O documento foi entregue nesta quinta-feira ao primeiro-ministro, com cópia para Cavaco Silva, e surgiu depois da aprovação do Orçamento do Estado para 2013, que para os subscritores é “iníquo, injusto e socialmente condenável”. Uma aprovação que faz parte de uma política que “está a fazer caminhar o país para o abismo” e a acabar com “toda e qualquer esperança”.

Os signatários dizem ainda que “os eleitores foram intencionalmente defraudados” nas últimas eleições, num acto que descrevem como um “embuste”. Além de Mário Soares, a carta é subscrita pelos deputados socialistas Ferro Rodrigues, João Galamba, Inês de Medeiros, Pedro Delgado Alves e Pedro Nuno Santos, mas também pelos bloquistas Fernando Rosas, Daniel Oliveira e Helena Pinto.

Outras personalidades como Carvalho da Silva, Medeiros Ferreira, Cipriano Justo, Bruto da Costa, Manuel Maria Carrilho, Pedro Abrunhosa, Teresa Beleza,  Adelino Maltez, Valter Hugo Mãe, Pilar del Rio e Vítor Ramalho subscrevem também o texto.