Torne-se perito

Ricardinho eleito o terceiro melhor do Mundial de futsal

Ricadinho esteve em destaque no Mundial da Tailândia
Foto
Ricadinho esteve em destaque no Mundial da Tailândia Foto: Nicolas Asfouri/AFP

O internacional português Ricardinho, eleito terceiro melhor jogador do Mundial de futsal, considerou que a distinção “representa o reconhecimento do trabalho” que realizou durante a prova, na qual a equipa lusa foi eliminada nos quartos-de-final.

“Apesar de a selecção não ter chegado tão longe quanto gostaria, é óbvio que esta distinção me deixa muito feliz e representa o reconhecimento do trabalho que efectuei ao longo deste Mundial. Tenho de compartilhar este troféu com os meus companheiros, que tudo fizeram para representar da melhor forma o nosso país”, disse Ricardinho, em declarações publicadas na página oficial da Federação Portuguesa de Futebol na Internet.

Ricardinho, de 27 anos, ala dos japoneses do Nagoya Oceans, era o único jogador português candidato a melhor jogador do torneio e o único que não disputou a final, na qual o Brasil venceu a Espanha por 3-2, após prolongamento.

O brasileiro Neto, autor do golo decisivo da final, a 19 segundos do fim do prolongamento, conquistou a Bola de Ouro, após vencer a votação dos jornalistas presentes na competição e de um grupo de estudos técnico da FIFA, superando o espanhol Kike, designado segundo melhor jogador da prova.

A selecção portuguesa de futebol foi eliminada pela Itália nos quartos-de-final da competição, ao perder por 4-3 no prolongamento, depois de um empate a três golos no tempo regulamentar, todos marcados, no caso da equipa portuguesa, por Ricardinho, que concretizou sete tentos na competição.

A bota de ouro do Mundial 2012 foi ganha pelo brasileiro naturalizado russo Éder Lima, autor de nove golos na prova, enquanto o italiano Fortino (oito) e o brasileiro Fernandinho (sete), arrecadaram as botas de prata e bronze, respectivamente.

Sugerir correcção