MotoGP

Pedrosa vence MotoGP de Valência, campeão Lorenzo sofre queda

Pedrosa conseguiu evitar contratempos para conquistar a sua sétima vitória da época e acabar, com 332 pontos
Foto
Pedrosa conseguiu evitar contratempos para conquistar a sua sétima vitória da época e acabar, com 332 pontos Jose Jordan/AFP

O espanhol Dani Pedrosa venceu este domingo o Grande Premio Comunidade Valenciana de MotoGP, a 18.ª e última etapa do Mundial, marcada pela queda do campeão do mundo, Jorge Lorenzo, e pele despedida do australiano Casey Stoner.

Pedrosa (Honda), que iniciou a prova na “pole position”, ficou à frente do japonês Katsuyuki Nakasuga (Yamaha) e do campeão do mundo de 2011, Casey Stoner, que competiu este domingo pela última vez na sua carreira desportiva.

Jorge Lorenzo, que assegurou o título mundial no mês passado no Grande Premio da Austrália, caiu quando ainda faltavam 17 voltas para o final da prova espanhola.

Com condições difíceis, com a pista a secar depois da chuva que caiu de manhã, a escolha dos pneus era essencial, com alguns pilotos a começarem a prova com pneumáticos para pisos secos e outros para pisos molhados.

Pedrosa conseguiu evitar contratempos para conquistar a sua sétima vitória da época e acabar, com 332 pontos, em segundo lugar, atrás de Lorenzo com 350. Stoner acabou no terceiro posto, com 254.

A prova de Moto2 foi ganha pelo campeão do mundo, o espanhol Marc Marquez (Suter), que somou a nona vitória da temporada, ainda que tenha sido obrigado a sair da última posição da grelha de partida, escalando desde o último até ao primeiro posto.

A prova foi de domínio espanhol, pois atrás do incansável Marquez, classificaram-se Julian Simón (Suter) e Nicolas Terol (Suter).

Em Moto3, o britânico Danny Kent (KTM) surpreendeu o seu próprio companheiro de equipa, e campeão do mundo de 2012, o alemão Sandro Cortese, ao vencer a prova espanhola.

Tudo apontava que Cortese alcançaria a sua sexta vitória da época para “referendar” o título mundial, mas Kent superou-a na curva de entrada da reta da meta e venceu por apenas 56 milésimos de segundo, com o malaio Zulfahmi Khairuddin (KTM) no terceiro lugar.

O jovem português Miguel Oliveira (Suter Honda), de 17 anos, teve menos sorte, ao abandonar a prova devido a uma queda, acabando o Mundial da categoria em oitavo lugar.

Sugerir correcção