Sparky, arrastado por carro em Vila Real, gera onda de solidariedade

Na noite de segunda-feira, um casal amarrou um cão a uma carrinha e arrastou-o durante algum tempo. Enfermeira de Vila Real levou o animal para o veterinário. Há uma página de Facebook e muita gente a ajudar

Foto
Sparky está internado no hospital veterinário da UTAD DR

Ana Beatriz Loureiro não tem palavras capazes de explicar o que sentiu. Na passada segunda-feira, dia 5, uma carrinha circulava com um cão arrastado pelo chão, amarrado a uma corda. À saída de um supermercado, em Vila Real, deparou-se com o animal, muito ferido e abandonado no parque de estacionamento do estabelecimento. 

Quando se aperceberam do que estava a acontecer, várias pessoas buzinaram e o casal dono da carrinha acabou por se pôr em fuga. Depois de falar com a polícia que registou o ocorrido enfermeira, a enfermeira, natural do Porto e a trabalhar em Vila Real, levou o cão para o Hospital Veterinário da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

“O pobrezinho não ofereceu qualquer resistência, é de uma meiguice extrema e apenas nos olhava a pedir socorro e tremia de dores”, escreveu na página que criou no Facebook, “Sparky - Acorrentado e arrastado por um carro em Vila Real”.

Às mensagens de incredulidade com a “crueldade, maldade e estupidez humana” e à exigência de que o caso não seja esquecido e que as autoridades investiguem e punam os responsáveis, juntam-se várias pessoas dispostas a fazer donativos para ajudar a pagar a conta do veterinário na UTAD.

Há uma conta para ajudar (NIB: 0018 0003 2299 1210 0203 5) e a página do Facebook já conta com mais de 4000 adesões. O Sparky está neste momento em recuperação, estável, mas ainda internado.