Fotogaleria
Tiago Barros vive e trabalha em Nova Iorque DR
Fotogaleria
DR

Arquitecto português quer fazer de Nova Iorque a cidade dos anéis

Depois de idealizar uma rede de peões para aliviar as ruas e uma nuvem como transporte sustentável, Tiago Barros quer ver a cidade dos EUA crescer horizontalmente até ser uma “Ring City”

Primeiro idealizou uma rede de peões para fazer a ligação entre os edifícios da cidade de Nova Iorque: através de um sistema de pontes com várias camadas e recorrendo ao plano de rede octogonal da cidade criado no início do século XIX, o projecto “Sky Network” aproveitava locais estratégicos e desviava-se dos que não interessavam, fazendo-a crescer em altura. A ideia do arquitecto português Tiago Barros integrou a exposição internacional organizada pela Architectural League, no Museum of the City of New York.

Mais tarde apresentou uma nuvem para um novo tipo de viagem. O conceito do “Passing Cloud” falava em “levar o passageiro para um mundo sem horários, paragens obrigatórias ou mesmo locais de chegada pré-definidos”. O objectivo era ser “o meio de transporte mais sustentável de sempre: feito de balões esféricos de aço, cobertos com uma textura de nylon, que não precisam de gasolina ou gasóleo e não andam sobre carris ou alcatrão”, disse Tiago Barros, em Junho último, ao P3.

Agora, o jovem a viver em Nova Iorque quer, juntamente com Filipe Taboada, criar uma “Ring City” através de anéis ligados aos edifícios. Como todos os projectos de Tiago, este também tem um aspecto futurista e foi apresentado na Competição Internacional de Ideias para Nova Iorque, organizada pela revista “CityVision”.

PÚBLICO -
Foto
Ring City é um novo conceito de construção DR

Nesta nova cidade imaginada pelo arquitecto de 34 anos, múltiplos anéis são suportados pelos edifícios envolventes, permitindo um crescimento horizontal, num sistema de grelha que “desafia a gravidade”, descreve.

PÚBLICO -
Foto
Através destes anéis, as pessoas poderiam movimentar-se com mais facilidade e rapidez pela cidade, defendem DR

“Ring City” é um “novo conceito de construção” que usa anéis de diferentes raios, em diferentes níveis. “Por vezes, os anéis ficam sobrepostos e acabam por criar um novo sistema de rede”, explica. A própria estrutura dos anéis está ligada por tiras magnéticas que são, também, faixas para vários tipos de transportes. Os utilizadores podem, assim, movimentar-se pela “Ring City”.

PÚBLICO -
Foto
Através destes anéis, as pessoas poderiam movimentar-se com mais facilidade e rapidez pela cidade, defendem DR

“O passado pode existir sem futuro, mas certamente que não há futuro sem passado”, defende Tiago Barros. “O passado estabeleceu as regras e forçou a cidade de Nova Iorque a ser o que é hoje: uma estrutura vertical que representa os pilares para a cidade do futuro.” E essa cidade, na ideia de Barros e Taboada, está repleta de anéis.

PÚBLICO -
Foto
Ring City é um novo conceito de construção DR