Futebol

Sportinguista Marcos Rojo intimado a depor em caso de agressões

Rojo é acusado de ter partido uma garrafa na cabeça de Juan Pablo Gomez
Foto
Rojo é acusado de ter partido uma garrafa na cabeça de Juan Pablo Gomez Foto: Reuters

O futebolista internacional argentino Marcos Rojo, do Sporting, é acusado de agressões leves e foi intimado a ser ouvido pela justiça na próxima terça-feira, num caso com uma moldura penal de um mês a um ano de prisão.

A imprensa argentina online avança, citando o portal Diagonales, que o antigo jogador do Estudiantes de La Plata, foi notificado para depor no âmbito de um caso ocorrido em 07 de Novembro de 2010, na localidade de Hernandez.

Segundo fontes judiciais citadas pelo Diagonales, Rojo é acusado de ter partido uma garrafa na cabeça de Juan Pablo Gomez, “causando-lhe lesões no rosto, corpo e antebraço”, segundo o relatório médico apresentado pela vítima.

Nesses incidentes, em que terá estado envolvido o futebolista, resultaram também agressões de Rojo a um indivíduo de nome Pedro Céliz, o qual terá tentado ajudar o primeiro agredido.

Os testemunhos indicam que o autor das agressões terá sido o futebolista Marcos Rojo e que as mesmas aconteceram à porta de uma festa, na qual estariam um dos tios do jogador e o pai.

Nas acusações é referido ainda que Rojo terá tentado atropelar os agredidos quando estes se encontravam feridos no chão.

Segundo a moldura penal argentina, o futebolista incorre numa pena de um mês a um ano de prisão.

Ainda segundo o portal Diagonales, os advogados do jogador, Gustavo Galasso e Fernando Burlando, já disseram que vão pedir o adiamento do ato processual, já que Rojo trabalha fora do país, e que as vítimas pediram dinheiro para desistirem do caso.