Advogado de Ballack alega falta de rendimentos para baixar multa

Foto
Ballack deixou de jogar no final da época passada Foto: Reuters

O Ministério Publico pediu uma multa de cerca de 10.000 euros e a apreensão da carta de condução durante dois anos e meio para Ballack, por circular a 211 km/hora na auto-estrada A5, perto da localidade de Santa Cruz de la Sierra, em Cáceres.

O advogado do ex internacional alemão, Jesus Galego Rol -- que já assistiu Ballack quando este foi presente a tribunal logo após ter sido apanhado a circular 80 km/hora acima do limite máximo de 120, pediu uma pena de um ano sem carta de condução e uma multa de seis euros ao dia, durante seis meses, que daria pouco mais de 1.000 euros.

Um dos argumentos da defesa de Ballack para pedir a multa mínima é o facto de o ex-jogador não ter trabalho, nem tão pouco rendimentos.

“Ser um jogador famoso de futebol não significa que tenha património”, disse o advogado de Ballack.