Futebol internacional

Racismo volta ao futebol inglês, agora pela boca de um árbitro

O árbitro Mark Clattenburg esteve no centro da polémica no jogo Chelsea-Manchester United
Foto
O árbitro Mark Clattenburg esteve no centro da polémica no jogo Chelsea-Manchester United Foto: Ian Kington/AFP

O árbitro inglês de futebol Mark Clattenburg foi acusado formalmente de ter feito comentários racistas durante o jogo Chelsea-Manchester United (2-3), da nona jornada da Primeira Liga inglesa.

Depois de a Federação Inglesa de Futebol (FA) já ter instaurado um inquérito disciplinar, a Scotland Yard explicou em comunicado que a queixa foi efectuada na segunda-feira à tarde e que há agentes em contacto com o clube londrino de forma a investigar o caso protagonizado pelo árbitro de 37 anos.

Clattenburg terá recorrido a “linguagem inapropriada”, alegadamente de índole racista ou xenófoba, quando se dirigiu ao nigeriano John Obi Mikel e ao espanhol Juan Mata, ambos do Chelsea, durante a partida de domingo, em Stamford Bridge.

O árbitro britânico, preventivamente impedido de actuar enquanto durar o processo disciplinar da FA, já se declarou disponível para colaborar com quaisquer iniciativas que visem esclarecer a situação.