FC Porto

Pinto da Costa passa atestado de confiança a Vítor Pereira

A ligação entre Pinto da Costa e Vítor Pereira está cada vez mais forte
Foto
A ligação entre Pinto da Costa e Vítor Pereira está cada vez mais forte Foto: Fernando veludo/NFactos

Vítor Pereira é o treinador do FC Porto porque satisfaz a sede de vitórias de Pinto da Costa, disse na segunda-feira o presidente portista, ao referir-se ao novo Dragão de Ouro.

“No domingo (Vítor Pereira) disse que ninguém mais do que o presidente queria ganhar e dedicou-me a vitória pelo milésimo jogo no campeonato do FC Porto na minha presidência. Quero dizer-lhe, que é por querer ganhar mais do que todos que você é o treinador do FC Porto”, disse Pinto da Costa, no discurso na gala dos Dragões de Ouro.

Num claro sinal de apoio ao técnico, Pinto da Costa recordou o simbolismo pelo facto de o Dragão de Ouro lhe ter sido entregue por Cecília Pedroto, viúva “do maior dos maiores” treinadores.

Vítor Pereira assumiu que, enquanto portista, receber o dragão de Ouro foi “realizar um sonho de criança”: “O meu pai trazia-me a ver os jogos desde pequeno. É um sonho que ele hoje vê concretizado, um sonho que devo a muita gente, pois foram muitos os que permitiram que hoje estivesse aqui. Mas não é dia para falar de mim”.

O técnico espera não ser “mal interpretado”, mas manifestou confiança de que este ano o FC Porto pode “fazer coisas muito grandes”.

“Com confiança e autoestima muito grande, acho que ainda não viram nada do que sou capaz de fazer. As pessoas ainda não me conhecem bem. Não perceberam bem a força que me move e gostaria, quando chegar momento de deixar o clube, de deixar uma historia muito bonita atrás de mim. Que as pessoas recordem com orgulho a minha passagem pelo FC Porto”, disse, por seu turno, Vítor Pereira, em declarações ao Porto Canal.

Hulk confessa ter o "FC Porto no coração"

Hulk, atleta do ano, foi referido como símbolo “do amor que respira pelo FC Porto”: “Foi bonito ver que aqueles que saem do FC Porto, procurando vida melhor, melhorar as suas condições de vida, não esquecem nunca o FC Porto e o levam no coração”.

Desde S. Petersburgo, na Rússia, Hulk enviou uma mensagem vídeo: “Partilho com todos, colegas, técnicos e directores. Queria estar aí convosco. Estou muito contente em ser Dragão de Ouro e entrar na história do FC Porto. Estou feliz por tudo. Torço muito por vocês, acompanho de longe, o FC Porto vai estar sempre no meu coração”.

Maicon, o futebolista do ano, falou em “prémio muito gratificante para a carreira”, um “entrar para a história ,que vai dar ainda mais força para trabalhar e, quem sabe, conquistar de novo o troféu”.

Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, manifestou-se surpreso com o Dragão de Honra: Pinto da Costa recordou os seus exemplos de apoio ao clube, “mesmo quando aconselhado por ‘miúpes’ a não o fazer”, e evocou o seu trabalho, “que eleva ao mais alto nível o nome de Portugal”.

Lista de premiadosDragão de Honra:

Durão Barroso (presidente Comissão Europeia).

Técnico do ano:

Vítor Pereira (futebol).

Atleta do ano:

Hulk (futebol).

Futebolista do ano:

Maicon.

Atleta de alta competição do ano:

Wilson Davyes (andebol).

Atleta amador do ano:

Rui Manuel Costa (bilhar).

Revelação do ano:

Gilberto Duarte (andebol).

Filiais e Delegações do Ano:

São João da Madeira (nacional) e Sidney

Austrália (internacional).

Dirigente do ano:

Paulo Nunes de Almeida.

Funcionário do ano:

Fernando Bandeirinha.

Carreira:

Cecília Matos.

Atleta jovem do ano: Tiago Ferreira (futebol).

Sócio

adepto do ano: António Borges.

Parceiro: Zon.

Projecto do ano: Equipa B.

Recordação: Costa Soares.