Federação inglesa abre inquérito a árbitro do Chelsea-Man. United

Foto
Terá havido insultos? Foto: Toby Melville/Reuters

“A FA iniciou uma investigação referente às alegações que se seguiram ao jogo de domingo”, diz o organismo, em comunicado.

Um dos visados pelas palavras do árbitro terá sido o médio John Obi Mikel, numa situação que poderá ser interpretada como racismo.

O árbitro já recebeu o apoio da sua classe, que, também em comunicado, destacou a luta dos árbitros contra o racismo, no futebol e na sociedade, e que prestará “apoio total a Mark Clattenburg” nas queixas apresentadas.

“É importante que as alegações sejam totalmente investigadas, através do modo mais adequado e o mais rapidamente possível”, disse Alan Leighton, da Associação de Árbitros.

Clattenburg é um dos árbitros candidatos da FIFA a marcar presença no Mundial 2014, que se realiza no Brasil.

No jogo de domingo, relativo ao campeonato inglês e disputado em Stamford Bridge, o Chelsea perdeu com o Manchester United por 3-2, com queixas da arbitragem.

Ivanovic e Fernando Torres foram expulsos já na segunda parte, o primeiro com vermelho directo, aos 65 minutos, e o espanhol, aos 68, numa decisão errada do árbitro, ao mostrar o segundo amarelo ao avançado, numa jogada em que foi ele a sofrer um toque.

Já com o Chelsea reduzido a nove jogadores, o United fez o golo da vitória por Javier Hernandez, numa jogada em que o avançado mexicano está em posição irregular.

O Chelsea lidera a Liga inglesa de futebol com 22 pontos, mais um do que Manchester United e Manchester City.