Motociclismo

Jorge Lorenzo conquista segundo título mundial de MotoGP da sua carreira

Jorge Lorenzo festeja o seu segundo título Mundial depois de ter ficado na segunda posição na Austrália.
Foto
Jorge Lorenzo festeja o seu segundo título Mundial depois de ter ficado na segunda posição na Austrália. William West/AFP

O espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha) sagrou-se este domingo, pela segunda vez, campeão do Mundo de MotoGP, ao ser segundo no Grande Prémio da Austrália, 17.ª e penúltima prova do Mundial de motociclismo.

Com o alemão Sandro Cortese (KTM) já coroado vencedor do Moto3, o espanhol Marc Marquez (Suter) concluiu o pódio de campeões de 2012, ao garantir o cetro no Moto2, com o terceiro lugar em Philip Island.

No MotoGP, a decisão do título ficou praticamente decidida na segunda volta do Grande Prémio da Austrália, quando o espanhol Dani Pedrosa (Honda), segundo do Mundial, caiu e deixou o caminho aberto para os festejos do compatriota, que apenas teve de segurar o segundo posto, atrás do australiano Casey Stoner (Honda), que venceu pela sexta vez consecutiva em casa, naquela que foi a penúltima prova da sua carreira.

“Estava bastante confortável no segundo lugar, porque o Casey estava noutro planeta. Por isso, pensei que tinha uma grande hipótese de me sagrar campeão mundial hoje”, referiu Lorenzo.

Sobre o acidente de Dani Pedrosa, Lorenzo disse que o seu compatriota “travou demasiado forte e cometeu um erro”, o que lhe tornou a corrida “fácil”, embora lutasse contra o seu próprio espírito: “Uma parte de mim queria fazer uma corrida segura e tornar-me campeão e outra queria tentar apanhar o Casey e colocar-lhe alguma pressão”.

“É um sentimento de tristeza, mais do que desapontamento. Puxei o mais que pude e fiz o que tinha a fazer e não tenho nada a dizer sobre a minha condução, especialmente esta temporada. Em relação ao acidente, não foi nada estranho. Entrei largo na curva e acabei por perder o controlo da frente [da moto]”, disse Pedrosa.

Em Moto2, Marc Marquez sagrou-se campeão, depois de terminar na terceira posição em Philip Island, numa corrida que até o 14.º lugar lhe garantia a conquista do cetro.

A corrida foi ganha pelo espanhol Pol Espargaró (Kalex), seguido do australiano Anthony West (Speed Up) e de Marquez, que, aos 19 anos, conquistou o seu segundo título mundial, depois de ter sido campeão em 125cc em 2010.

Já campeão de Moto3, Sandro Cortese venceu mais uma corrida, deixando atrás de si o português Miguel Oliveira (Suter Honda), que conseguiu a sua melhor classificação de sempre, subindo ao sétimo posto do Mundial.