Futebol nacional

José Peseiro desvalorizou os muitos golos sofridos pelo Sp. Braga

A equipa bracarense já sofreu 17 golos em 12 jogos oficiais esta temporada
Foto
A equipa bracarense já sofreu 17 golos em 12 jogos oficiais esta temporada Andrew Yates/AFP (arquivo)

José Peseiro defendeu este sábado que o facto do Sporting de Braga sofrer muitos golos está relacionado com a sua matriz ofensiva e disse esperar dificuldades diante do Marítimo, este domingo, na sétima jornada da I Liga de futebol.

A equipa bracarense já sofreu 17 golos em 12 jogos oficiais esta temporada, mas esses números não perturbam o técnico.

"Preocupa, mas não alarma nem perturba. Já se perguntaram porque é que o Manchester United sofre tantos golos? Porque ataca muito! Uma equipa com uma matriz mais ofensiva é natural que sofra mais golos. Outra questão é o processo de organização da equipa, porque quando estamos num momento defensivo, dificilmente nos criam situações de golo, mas o nosso momento de menor fortaleza é na transição defensiva, quando perdemos a bola", explicou.

Contudo, para Peseiro, esse é um momento que envolve toda a equipa e não só os jogadores do sector defensivo.

"Tem a ver com o momento defensivo e ofensivo, com a forma como perdemos a bola. Isso é mais complexo de trabalhar e demora mais tempo e, infelizmente, nem sempre temos os jogadores todos", lamentou, numa alusão às chamadas de vários atletas titulares às seleções.

Apesar da boa exibição e da derrota tangencial na Liga dos Campeões com o Manchester United (3-2), o técnico entende que "uma equipa como o Braga não pode estar satisfeito com vitórias morais", mas também defende que o jogo não retirou moral à equipa, precisamente pelo nível que chegou a demonstrar em Old Trafford.

"Não nos satisfaz ter jogado bem e ter sido o jogo em que o Manchester United teve menos oportunidades de golo e menos remates fez. Não estamos felizes porque perdemos e queríamos fazer pontos, ainda para mais depois de ter estado a vencer por 2-0, mas há o resultado e há o processo e este foi bom. Há coisas a limar para que com exibições boas não percamos", disse.

O adversário deste domingo também jogou a meio da semana, na quinta-feira, para a Liga Europa, diante do Bordéus (1-1), mas Peseiro considera que as questões físicas não serão uma desculpa para nenhuma das equipas, até porque que quando uma equipa "está bem animicamente, o cansaço não aparece".

O treinador deixou elogios ao Marítimo, uma "boa equipa, com organização e grande qualidade, e que tem uma ideia de jogo, faz as coisas bem, não é só de transição, em todos os momentos de jogo é boa, por isso o Sporting de Braga tem estar muito bem para conseguir vencer".

A equipa bracarense treina ainda este sábado às 15h em Braga e no final do apronto será conhecida a lista de convocados.

O Sporting de Braga é terceiro classificado, com 11 pontos, e o Marítimo, sexto, com oito, defrontam-se este domingo, num jogo com início às 18h, no Estádio dos Barreiros, no Funchal, e que será arbitrado por Olegário Benquerença, de Leiria.