Plataforma das Artes vence Detail Prize 2012

O projecto do colectivo Pitágoras venceu o Detail Prize 2012 por votação online. Arquitectos de Guimarães esperam que o prémio, no valor de 5 mil euros, tenha repercussão ao nível de encomendas

Foto
João Morgado

Foi o único projecto português entre os 25 finalistas do Detail Prize 2012 e isso já foi uma vitória — afinal, eram quase 600 os projectos concorrentes. Agora, depois da votação online, a Plataforma das Artes e da Criatividade, em Guimarães, venceu o prémio do público atribuído pela revista alemã de arquitectura com o mesmo nome.

Os arquitectos Fernado Seara de Sá, Raúl Roque, Alexandre Coelho Lima e Manuel Roque, que integram o colectivo vimaranense Pitágoras, vão estar em Berlim no próximo dia 22 de Novembro para receberem o galardão.

A Plataforma das Artes e da Criatividade está localizada no espaço que pertencia ao antigo Mercado Municipal de Guimarães e o edifício principal, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães, tem várias áreas de exposição e um auditório com capacidade para 200 pessoas, entre outras valências.

Foto
João Morgado

O edifício, inaugurado a 24 de Junho deste ano, é revestido com tubos de latão, soldados manualmente e, à noite, as fachadas ficam coloridas e iluminadas através dos painéis de luzes LED.

Foto
João Morgado

De acordo com declarações de Raúl Roque ao P3, um dos arquitectos Pitágoras, o projecto tem tido muita visibilidade no estrangeiro — “muito mais do que em Portugal”.

O Detail Prize 2012 pode, assim, ter repercussões ao nível das encomendas nacionais que, segundo Raúl, não têm existido. Moçambique e Gana são dois países para onde o colectivo tem trabalhado.