O lápis é o tema central do 5.º Encontro Nacional de Ilustração DR
Foto
O lápis é o tema central do 5.º Encontro Nacional de Ilustração DR

Lápis e ilustração por todo o lado em S. João da Madeira

Mostra principal do 5.º Encontro Nacional de Ilustração é inaugurada esta quinta-feira, 18 de Outubro. O lápis é o tema central

O 5.º Encontro Nacional de Ilustração de S. João da Madeira, que, tendo como ponto alto a mostra colectiva a inaugurar esta quinta-feira, dia 18, tem este ano o lápis como tema a explorar por 56 artistas de vários países. Artistas de Portugal, Angola, Suíça, Panamá e Brasil estão representados no evento, que, segundo o presidente da Junta de Freguesia, que organiza o evento, “vai ter um programa muito mais alargado do que nos anos anteriores, não só em termos de participação, mas também no que se refere ao seu programa educativo, com mais oficinas, lançamentos de livros e sessões com autores de livros ilustrados”.

Carlos Coelho garantiu à agência Lusa que “o evento cresceu, saiu de uma só sala em S. João da Madeira para se espalhar pela Fnac do Gaiashopping, pela Megastore Olmar, pelo centro comercial 8.ª Avenida, pela Viarco e por muitos outros locais, para depois ainda seguir em itinerância quando terminar o encontro, para se dar a conhecer em bibliotecas municipais e museus de todo o país”.

Depois de as duas primeiras edições da iniciativa terem tido como tema um conto russo sobre a maternidade, as propostas para inspiração dos ilustradores recaíram sempre sobre os temas das indústrias tradicionais de S. João da Madeira, pelo que ao calçado se seguiu o chapéu e agora o lápis, que tem nessa cidade o único fabricante nacional desse produto. Para Carlos Coelho, essa é, aliás, “uma escolha muito natural”, já que, “além de representar um dos principais produtos da cidade, o lápis é também um dos objectos que, desde a primeira hora, está presente no trabalho do ilustrador”.

As técnicas e o contexto pictórico em que esse tema foi explorado ficaram, por sua vez, ao critério exclusivo dos artistas participantes e o presidente da Junta de S. João da Madeira assegura que “o resultado é uma coleção de uma variedade muito grande, em que há trabalhos que são qualquer coisa de realmente maravilhosa”. O programa do 5.º Encontro Nacional de Ilustração arranca esta quinta-feira, com a apresentação no evento na Fnac do Gaiashopping, e prossegue sábado, no mesmo local, com uma conversa sobre “O livro, o lápis e a ilustração”, pela desenhadora Elsa Lé, os escritores João Pedro Mésseder e João Manuel Ribeiro, e o arqueólogo Luis Sebastian.

Até 30 de Outubro, a organização tem previstas outras apresentações, várias oficinas de ilustração em escolas de S. João da Madeira, o lançamento de seis livros, uma mesa-redonda, uma feira do livro e varias exposições. A mostra principal, que reúne as obras dos 56 artistas que participam na edição de 2012, é inaugurada às 18h00 do dia 18 de Outubro, na galeria dos Paços da Cultura de S. João da Madeira.