Merkel quer poder de veto europeu a orçamentos nacionais

Na Cimeira Europeia que arranca hoje deve ser discutido o tema da união bancária na zona euro
Foto
Na Cimeira Europeia que arranca hoje deve ser discutido o tema da união bancária na zona euro Tobias Schwarz/Reuters

A chanceler alemã Angela Merkel prometeu lutar para que a Europa tenha a capacidade de travar orçamentos nacionais que não cumpram os requisitos de estabilidade e crescimento. Merkel falava esta quinta-feira perante o Parlamento alemão.

A horas apenas do início da Cimeira Europeia, em Bruxelas, onde serão debatidos temas de integração económica, Angela Merkel clamou por mais credibilidade para a Europa através de uma maior integração.

A líder dos democratas cristãos da Alemanha colocou particular ênfase na possibilidade de a Europa conseguir “declarar inválido um orçamento” nacional. Responsabilidade que, defende, deve recair sobre os ombros do comissário europeu para os Assuntos Económicos.

“Sei que há muitos Estados-membros que não estão ainda prontos para isso, infelizmente”, prosseguiu Merkel, diante do Bundestag, “o que não altera o facto de que lutaremos por isso”, afirmou, citada pela agência AFP.

Face à oposição que recebeu por parte dos deputados alemães, Merkel confessou-se “surpreendida” por ninguém querer construir uma “Europa credível”.