Contra o desemprego, pela Cultura, marcha-se na rua

@rodrigoo
Fotogaleria
@rodrigoo

Sem hora para acabar, os protestos regressaram este sábado, 13 de Outubro, às ruas. Ao início da tarde arrancou a "marcha contra o desemprego", promovida pela CGTP, que durante uma semana percorreu todo o país; segue-se a "manifestação cultural", quase uma maratona musical, com dezenas de artistas, como A Naifa, Homens da Luta, Camané e Deolinda, a associarem-se à acção "Cultura é Resistência". "Sem Cultura, o homem transforma-se em cão", vaticinou Adolfo Luxúria Canibal em Braga. "Um país sem artes é uma retrete", condenou o realizador João Botelho. Juntaram-se as vozes dos milhares que se juntaram ao protesto em todo o país com ecos que chegaram, claro, ao Instagram. Sabe mais aqui.

@gomsongomson
@alapimba
@ndinis
@a_capicua
@ed_pictures
@dpontes
@findepartie
@esgana
@jpgmn
@jpaulopimenta
@findepartie
@barbara_gouveia
@mariajoaolourenco
@miguelangelopinho
@legendarytigerman
@miguelangelopinho
@migueljanuario
@p_dias_
@cotterices
@paulopereira_instg
@jpaulopimenta
@sarahgalahad
@silviabsilva
@tiagodf
@ruicartaxorod
@ana2vasco
@ritaredshoes
Sugerir correcção