Grécia

Fernando Santos refuta as críticas do Panathinaikos de Jesualdo

Fernando Santos é seleccionador da Grécia desde 2010
Foto
Fernando Santos é seleccionador da Grécia desde 2010 Foto: Reuters (arquivo).

Fernando Santos, seleccionador da Grécia, rebateu as acusações do Panathinaikos de que a equipa técnica da selecção não tomava os devidos cuidados com os jogadores.

“Não somos irresponsáveis e tomamos as precauções necessárias”, disse Fernando Santos, em resposta a uma carta do clube de Atenas, cujo treinador é o também português Jesualdo Ferreira, na qual se queixava das lesões contraídas por dois jogadores.

“Estamos concentrados nos nossos objectivos enquanto equipa nacional, mas temos sempre em atenção os jogadores e os seus clubes”, acrescentou o seleccionador.

O médio Lazaros Christodoulopoulos e o defesa Loukas Vyntras, do Panathinaikos, lesionaram-se esta semana nos treinos da selecção e vão falhar os jogos com a Bósnia-Herzegovina, nesta sexta-feira, e com a Eslováquia, na terça-feira, de qualificação para o Mundial 2014.

“Não temos problemas em discutir com os clubes, especialmente com o Olympiacos e o Panathinaikos, a questão dos lesionados. Mas temos de ser claros, os clubes não informaram que havia jogadores com problemas. Se um jogador tem um problema, nós temos de saber através do clube ou do jogador”, disse Fernando Santos.

Na carta divulgada, o Panathinaikos criticou a “carga excessiva de trabalho” e disse que “a equipa técnica e médica da selecção não tem em conta a fatiga dos jogadores”, considerando que houve “negligência” por parte dos responsáveis da equipa nacional.

O Olympiacos fez queixas semelhantes em Junho, quando o defesa Avraam Papadopoulos se lesionou num joelho no jogo inaugural do Euro 2012 e acusou o médico da selecção de não ter levado a lesão a sério, defendendo que o jogador deveria ter sido substituído de imediato. Papadoupoulos não joga desde então e espera-se que regresse somente em Janeiro de 2013.