FPF arquiva processo relativo à “gaiola” da Luz

Foto
As cadeiras na zona do estádio onde ficou a claque do Sporting foram incendiadas Foto: Patrícia de Melo Moreira/AFP

Em comunicado, a secção profissional do CD da FPF decidiu “ordenar o arquivamento dos autos do processo de inquérito instaurado para averiguar a eventual responsabilidade jurídico-disciplinar” do clube anfitrião e outros agentes desportivos, por “factos alegadamente ocorridos” naquele jogo, da 11.ª jornada da I Liga da época passada.

O jogo foi marcado por vários incidentes, nomeadamente o incêndio de várias cadeiras da zona do estádio para onde foi levada a claque do Sporting, protegida por uma “gaiola” de protecção.

Na ocasião, o então dirigente leonino Paulo Pereira Cristóvão considerou de “pré-históricas” as condições para os adeptos do seu clube na Luz e o Sporting acabou por apresentar uma denúncia na FPF relativamente ao caso.

Num outro âmbito, o CD aplicou uma multa de 300 euros ao Sporting, por excesso de espectadores em três sectores do Estádio José Alvalade, no clássico com o FC Porto, da 14ª jornada da Liga 2011-12 (0-0). Na altura, os “leões” anunciaram ter no estádio 48.855 espectadores e é esta informação que consta no site oficial da Liga.

Sugerir correcção
Comentar