I Liga

Jesus dedica vitória aos adeptos, Ulisses pede um “jogo limpo”

Jesus pede que apoiem a equipa
Foto
Jesus pede que apoiem a equipa Foto: Hugo Correia/Reuters

Treinador do Benfica pediu paciência para os jogadores mais novos da equipa. Técnico aveirense pede respeito pelo Beira-Mar.

Jorge Jesus, treinador do Benfica

“Foi um pouco mais difícil do que estávamos à espera. Na primeira parte tivemos um futebol de qualidade e falhámos muitos golos. Eles foram uma vez à nossa baliza e fizeram um golo, é assim o futebol. A equipa na primeira parte esteve bem, houve falhas técnicas, o penálti por exemplo…

“Na segunda parte tinha os jogadores cansados por causa do jogo com o Barcelona. Um jogo diferente deste…

“Queria dedicar a vitória aos jogadores e à claque, que gritou sempre por nós. Os assobios ao Melgarejo? O Benfica está em primeiro e sabemos dar a volta aos resultados. Os jogadores mais novos neste estádio tremem e depois não fazem tão bem as coisas.

“A paixão e o sentimento do cube é só quando se ganha? Precisamos de ter os adeptos atrás uns dos outros.

“Clássico? Não há favoritos nos jogos com as equipas grandes. O Sporting tem cinco pontos de atraso mas isso não é nada, está tudo em aberto. São dois rivais directos, para nós é igual [aquele que vencer].”

Ulisses Morais , treinador do Beira-Mar

“Não analiso o jogo só por esses dois minutos [que deram os dois golos do Benfica].

“Não quero comentar a arbitragem.

“Confio no meu trabalho e de quem trabalha comigo, mas não confio em mais nada, desconfio de todos. É lutar contra tudo e contra todos. Não sou homem de ficar no chão. Sabíamos que vínhamos aqui lutar contra o valor dos adversários, mas foi mais que isso. Vamos lutar e dignificar o nome da instituição como o Beira-Mar que não é respeitada como devia.

“Não consigo lutar contra coisas que não consigo dominar. Viemos preparados para fazer um jogo limpo mas não foi possível, mas deu para dizer que estamos vivos.

“Gostaria que este futebol fosse um jogo mais limpo.”