FC Porto

Vítor Pereira: “Empate é um mal menor”

Vítor Pereira mostrou-se desagradado com a exibição da sua equipa na segunda parte.

Vítor Pereira (treinador do FC Porto)

“Fundamentalmente, depois de chegarmos à vantagem, julgo que deixámos cair um bocadinho em termos concentração. Adormecemos o jogo.


Na segunda parte, nas bolas divididas, fomos pouco agressivos, não fizemos a circulação que devíamos e acabámos por ser penalizados - e bem. Depois, fomos atrás do prejuízo e empatámos, um mal menor.

Pelo que produzimos, principalmente na segunda parte, não merecemos mesmo.

Depois de estarmos em vantagem, uma entrada na segunda parte pouco agressiva, pouco intensa, a circular pouco a bola e a sermos penalizados porque o Rio Ave fez 1-1 e o 2-1. Com o jogo partido, acabámos por fazer o 2-2.

Julgo que defrontámos uma boa equipa, mas, fundamentalmente, fomos nós que nos colocámos à mercê do Rio Ave”.

Nuno Espírito Santo (treinador do Rio Ave)

“Com a atitude da equipa, estou “super” satisfeito, orgulhoso. Foram extraordinários. Organizados, com atitude competitiva tremenda, fortes nos duelos.


Não estou satisfeito com o resultado. Depois de estar a vencer 2-1 a poucos minutos do final... é sentimento geral que podíamos – e devíamos - ter vencido.

Ao intervalo, tivemos um discurso positivo. Sentimos que estávamos organizados, a controlar, apesar de o FC Porto ter mais posse de bola. A primeira situação de perigo é nossa.

Na segunda parte, foi querer, acreditar que a organização leva ao sucesso. Acreditar que muitas vezes é mais um esforço, mais um metro que se consegue. Foi numa insistência de Tarantini que conseguimos o empate. É o acreditar que é sempre possível dar mais qualquer coisa.

Na equipa técnica, estamos todos orgulhosos de trabalhar todos os dias com estes jogadores”.

Miguel Lopes (auto do primeiro golo do FC Porto)

“Na primeira parte, dominámos tranquilamente. Defendemos bem. Na segunda, baixámos o ritmo e foi a pior coisa a fazer. Não estamos contentes, preferíamos a vitória.


Faltou atitude e isso nota-se. Há que tirar dividendos disso e corrigir no próximo jogo. Vamos dar tudo para a vitória no próximo jogo”.

Tarantini (autor dos dois golos do Rio Ave)

“O FC Porto era uma equipa forte a travar. Conseguimos. Mas é um resultado um pouco amargo. Ficam os lamentos. Temos de pensar que conseguimos dar a volta ao resultado e saímos com um ponto. Ajustou-se ao que aconteceu. O FC Porto com mais domínio na primeira parte e nós melhor na segunda.”