Estudo a nível nacional

Jumbo lidera nos preços baixos nos supermercados, calcula a Deco

Foto
Foto: Enric Vives-Rubio

O estudo regular da Deco Proteste relativo aos preços praticados pelos hipermercados e supermercados a nível nacional revela que o Jumbo destronou, na liderança, o Continente, que continua, no entanto, "muito próximo".

O estudo, relativo ao primeiro trimestre, envolveu a recolha de quase 70 mil preços, de 593 lojas, incluindo três online, de 97 concelhos.

O Jumbo conquistou três posições de liderança para o "cabaz 1", que inclui o consumo de uma família média, com mais de 100 produtos das marcas mais vendidas, e divididos por 12 categorias, onde se inclui gorduras, limpeza, higiene pessoal, fruta, legumes, peixe e carne.

O segundo posto é partilhado pelas cadeias Continente Modelo, Continente, Pão de Açúcar e Pingo Doce. O Continente Bom Dia cai para a terceira posição.

No "cabaz 2", que inclui 81 produtos e se destina a quem opta pelo preço mais baixo, o Jumbo surge acompanhado pelo Aldi na primeira posição. No "cabaz 3", que inclui 58 produtos de marca própria, ficam à frente o Continente, Continente Modelo e Pingo Doce.

As compras online inverteram a tendência e "estão entre as mais caras". neste campo, a recomendação vai para compras de mercearia e drogaria no Jumbo e frescos no Continente.

No cômputo geral, onde "se enche o carrinho com menos dinheiro" é nos distritos do Porto, Vila Real e Lisboa. À semelhança de estudos anteriores, as regiões mais caras continuam a ser as da Guarda, Bragança e Viseu. O estudo destaca que as marcas próprias dos hipermercados são entre 28% e 40% mais baratas.

Sugerir correcção