Futebol

Sá Pinto: “Metem-se com o Sporting, metem-se comigo”

Sá Pinto sozinho em Alvalade
Foto
Sá Pinto sozinho em Alvalade Foto: Patricia de Melo Moreira/AFP

Treinador diz que equipa e estrutura da SAD estão unidos e o pensamento é o reencontro com as vitórias, a começar pela partida já com o Rio Ave.

Antes da conferência em Alvalade sobre o jogo de segunda-feira com o Rio Ave, Sá Pinto fez um ponto prévio para lembrar que as notícias – “mentiras” – que têm saído nos últimos dias são ataques pessoais.

“Foram divulgadas notícias em que disseram que existiam conflitos entre jogadores, o que é mentira. Conflito entre jogadores e treinadores, nunca existiu. Entre treinadores, também falso”, começou por dizer o treinador do Sporting, alvo de contestação pelos fracos resultados neste início de temporada.

"Trata-se de um ataque pessoal a mim e aos jogadores do Sporting e eu como líder tenho de responder a estas questões. Não sinto necessidade que alguém venha falar em meu nome ou em nome da equipa. Se se metem com o Sporting, têm de se meter comigo. Defenderei o Sporting até ao limite das minhas forças mas também não posso fugir da minha grande responsabilidade", disse, citado pelo “Record”.

Sá Pinto, com apenas uma vitória nos seis jogos oficiais esta época, viu no último jogo as bancadas de Alvalade usarem palavras contra si. “Aperta contigo Sá Pinto” foi um dos cânticos.

"Estamos unidos"

A resposta foi a da "união do grupo". “Estamos unidos e perante os resultados, falar apenas nos resultados, temos consciência que podemos melhorar, estamos a melhorar…”, atirou.

“A equipa acredita que os resultados vão aparecer, não temos dúvidas de que estamos no caminho e que amanhã [segunda-feira] vamos ganhar o jogo [com o Rio Ave]”, continuou.

“A equipa está revoltada com os resultados”, relembrou. “Estou unicamente no pensamento de ganhar o jogo, não só eu mas toda a equipa técnica, a estrutura e os jogadores. Esta é uma fase menos positiva de resultados, sabemos que temos de melhorar – e eu próprio tenho de melhorar”, admitiu.

O empate com o Basileia para a Liga Europa na quinta-feira fez estremecer a sua posição, mas para o técnico é apenas passageiro até o reencontro com os triunfos.

"Acredito que vamos entrar no caminho das vitórias

“Acredito que vamos ganhar e entrar no caminho das vitórias. Se há ago que eu e a equipa técnica fazemos é reflectir para melhorar de forma humilde e competente, é esse o caminho que nos traçamos”.

“Por vezes também se ganha e às vezes não se sabe como, como acontece com algumas equipas”.

“Os grandes princípios da equipa estarão sempre presentes, a equipa esta preparada para jogar na estrutura que for apresentada amanhã [segunda-feira]”.

Para o técnico, que entrou para substituir Domingos na época passada, “estar no Sporting é estar para ganhar”.

“O ganhar é que nos alimenta a alma, nos dá alegria e portanto esta equipa precisa de ver reconhecido o seu grande esforço e a sua grande qualidade e vai reconhecido já amanhã [segunda-feira]”.