Cinquentenário da amizade franco-alemã

Merkel evoca Charles de Gaulle para falar dos desafios da Europa

Merkel e Hollande na cerimónia no Palácio de Ludwigsburg
Fotogaleria
Merkel e Hollande na cerimónia no Palácio de Ludwigsburg Foto: Michaela Rehle/Reuters
Merkel lembrou que a Europa enfrenta "desafios"
Fotogaleria
Merkel lembrou que a Europa enfrenta "desafios" Foto: Thomas Kienzle/AFP

Angela Merkel evocou este sábado o legado do ex-presidente francês Charles de Gaulle e recordou os progressos de integração europeia para sublinhar que, por mais desafios que a Europa enfrente, os europeus estão unidos.

A chanceler alemã falava na cerimónia comemorativa do cinquentenário da amizade franco-alemã em Ludwigsburg (sudoeste de Alemanha), precisamente onde o general de Gaulle discursou em Setembro de 1962, assegurando que o futuro da Europa estava nas mãos da juventude francesa e alemã.

“Quando de Gaulle fez o seu discurso, eu tinha oito anos, vivia em Brandeburgo, na antiga RDA, o muro de Berlim tinha um ano e a divisão das duas ‘Alemanhas’ parecia cimentada”, recordou Angela Merkel. “Nessa altura, a ideia de eu estar a falar aqui algum dia como chanceler de uma Alemanha unida era uma utopia irrealizável”, disse no Palácio de Ludwigsburg para uma plateia de políticos, residentes de Ludwigsburg e jovens alemães e franceses.

Para a chanceler alemã, “tudo o que foi possível” conseguir na Europa no pós-guerra “tem a ver com o processo de integração que se iniciou com os tratados de Roma”. “Por mais que sejam os desafios actuais”, disse, “os europeus estão unidos”.

Merkel recebeu para esta cerimónia o Presidente francês, François Hollande, com quem tinha ainda na agenda um almoço de trabalho que, apesar do tom cerimonial do encontro, tem no menu os dossiers quentes da crise europeia – Grécia, Espanha e Itália –, antecipava o diário Le Monde.

A fechar os seus discursos, os dois dirigentes deixaram uma mensagem para os jovens alemães e franceses, mas de uma forma tanto invulgar: Merkel dirigiu-se em francês aos jovens franceses, Hollande disse umas palavras em alemão para os jovens alemães. “Viva a juventude franco-alemã, viva a juventude europeia”, afirmou a chanceler. “O vosso papel é tornar realidade ao sonho europeu e dar-lhe um futuro. Viva a amizade franco-alemã”, disse o Presidente francês.

Sugerir correcção