Crise do euro

Monti recebe em Roma os primeiros-ministros da Grécia, Irlanda e Espanha

Monti esteve em Madrid no início de Agosto
Foto
Monti esteve em Madrid no início de Agosto Foto: Juan Medina/ Reuters (arquivo)

Os líderes da Grécia, da Irlanda e da Espanha, três países da União Europeia (UE) que se confrontam com a crise da dívida, reúnem-se nesta sexta-feira em separado em Roma com o primeiro-ministro italiano Mario Monti.

O chefe do Executivo tecnocrático transalpino – que está a tentar manter controlada a situação no país e evitar a necessidade de assistência externa – agendou para esta sexta-feira encontros bilaterais com os primeiros-ministros da Grécia, Antonis Samaras, da Irlanda, Enda Kenny, e da Espanha, Mariano Rajoy, que se deslocam a Roma para participar numa conferência política.

Monti esteve em Madrid no início de Agosto, quando se encontrou com Rajoy no âmbito de uma campanha em favor de uma acção concertada dos governos da zona euro e do Banco Central Europeu para baixar os custos de endividamento dos países.

O gabinete de Monti especificou na segunda-feira que serão recebidos no decurso de um almoço em que também participam outros convidados da conferência, incluindo os líderes da Albânia e da Hungria.

A Grécia está a tentar manter-se na zona euro, a Espanha está a avaliar a necessidade de negociar um memorando com os credores e a Irlanda ainda se confronta com problemas no funcionamento da banca.

Na quinta-feira, os líderes dos partidos que apoiam a coligação governamental no poder em Atenas voltaram a não chegar a acordo sobre a aplicação de novos cortes orçamentais, uma medida considerada crucial para a sobrevivência financeira do país.