Desfile da dupla Marques’Almeida DR
Foto
Desfile da dupla Marques’Almeida DR

A estreia na semana da moda à procura dos holofotes

João Pedro Filipe, Rita Afonso, Maria Azevedo, Mariana Morgado e Ricardo Andrez estrearam-se terça-feira em Londres

Cinco designers portugueses estrearam-se na terça-feira, dia de encerramento, na semana da moda de Londres, tendo procurado beneficiar do interesse mediático que este evento atrai.

Vencedor do prémio “Jovem Empreendedor Criador de Moda” da Plataforma de Moda — Fashion Hub, criada ao abrigo da Capital Europeia da Cultura Guimarães2012, em parceria com o British Council, João Pedro Filipe lançou internacionalmente a marca Sr. Prudêncio, cujo nome pretende ser uma homenagem ao avô, sapateiro de profissão, e que tem como alvo um público urbano e que anda de bicicleta.

O designer, que já criou para a Louis Vuitton, cativou a atenção de Gok Wan, consultor de moda popular pelos programas de televisão que apresenta e onde dá conselhos sobre como vestir. Gok Wan abordou João Pedro Filipe e elogiou-lhe o trabalho, cuja colecção de calçado e acessórios, nomeadamente malas, ocupou o centro da sala onde os cinco portugueses se apresentaram. “É sempre importante o 'feedback' de toda a gente, mas claro que é muito mais importante de gente que está dentro da área e que vê imensa coisa, que tem um conhecimento mais alargado da área”, disse à agência Lusa o estilista português, de 32 anos.

Também Rita Afonso, de 29 anos, que interrompeu a carreira de arquitecta, se mostrou satisfeita com a projecção conseguida em Londres, onde mostrou a primeira colecção da marca Palmeira, dirigida a mulheres com idades entre os 20 e os 40 anos. “Há sempre uma esperança que dê algum resultado para o futuro: alguma parceria, que comprem a colecção, aparecer em alguma publicidade, revistas, blogues. No fundo, os media movem um bocado as massas e é importantíssimo ter visibilidade nesta área”, afirmou.

Os outros criadores presentes foram Maria Azevedo, Mariana Morgado e Ricardo Andrez. A apresentação das respectivas colecções de Primavera/Verão de 2013 foi feita em formato "showcase" (sem desfile), mas com direito à passagem de alguns modelos por manequins.

A semana da moda de Londres decorreu durante cinco dias e acolheu desfiles de 110 estilistas britânicos e estrangeiros, incluindo a dupla portuguesa Marques’Almeida, que no sábado contabilizou a terceira participação neste evento. “Correu muito bem, temos tido boas críticas”, revelou à Lusa Marta Marques, que fundou a marca com Paulo Almeida. Anualmente, a semana da moda de Londres atrai mais de 5.000 visitantes, incluindo profissionais de 28 países e imprensa de 42 países, e estima-se que gere mais de 100 milhões de libras (125 milhões de euros) de encomendas.