António Barreto denuncia existência de “cláusulas secretas” nos contratos das PPP

Foto
António Barreto diz que o Governo deve tornar "todas as cláusulas transparentes" Foto: Nuno Ferreira Santos

“Eu sei há muito tempo, por acaso, há quatro anos que sei que há cláusulas secretas nas PPP”, declarou aos jornalistas, à margem do 4.º Congresso Português de Demografia, que decorre hoje e quinta-feira em Évora.

O sociólogo e antigo ministro da Agricultura limitou-se a dizer que o actual Governo, “já que as criticou em tempos, a primeira coisa que devia fazer era tornar todas as cláusulas transparentes”.

Segundo os dados mais recentes do boletim da Direcção-Geral de Tesouro e Finanças, divulgado em Maio, os encargos públicos com as PPP cresceram 28,8% no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período de 2011, totalizando 323,8 milhões de euros.

O Governo está actualmente a renegociar os contratos de PPP rodoviárias, tendo já concluído quatro acordos com as concessionárias do Pinhal Interior, Auto-Estrada Transmontana e Litoral Oeste e a Auto-Estradas do Baixo Tejo.