Automobilismo

Armindo Araújo afastado do Mundial de ralis

Armindo Araújo não continuará a competir no WRC
Foto
Armindo Araújo não continuará a competir no WRC Foto: Photo4 – Jordi Rierola/DR

A equipa WRC Team Mini Portugal anunciou a dispensa do piloto português, que será substituído pelo australiano Chris Atkinson.

“Infelizmente, o Armindo [Araújo] e o Miguel [Ramalho, navegador do piloto português] não vão continuar a competir pela WRC Team MINI Portugal”, pode ler-se no comunicado da equipa pela qual corria até agora o piloto de Santo Tirso.

“Esta época houve imensa pressão desde o início. Só a seguir a Monte Carlo soubemos que a nossa equipa teria a possibilidade de fazer alinhar dois pilotos oficiais em todas as provas do calendário. O plano original era o Armindo correr sete provas como privado”, acrescenta o texto da equipa WRC Team Mini Portugal.

“Após o Rali da Finlândia e conversas posteriores com o Armindo, decidimos que o melhor para ele era fazer uma pausa, relaxar e recentrar a sua atenção no automobilismo e a forma como ele o encara”, prossegue o comunicado da equipa, que acaba por não explicar claramente os motivos para a dispensa do piloto português.

Armindo Araújo deveria cumprir em 2012 o calendário completo do Mundial de ralis como piloto oficial da WRC Team Mini Portugal. Nas oito provas disputadas até ao momento, o português tinha obtido o melhor resultado no Rali do México, em que foi sétimo classificado.

Na classificação do Mundial, o piloto português é 13.º classificado, com 11 pontos.

O substituto de Armindo Araújo na WRC Team Mini Portugal será o australiano Chris Atkinson, que já disputou dois ralis na presente temporada: esteve no México pela Ford e na Finlândia pela Citroën, em substituição de Nasser Al-Attiyah, que se encontrava nos Jogos Olímpicos.

Notícia corrigida às 20h20. A nacionalidade de Chris Atkinson é australiana

Sugerir correcção