Fotogaleria
Os fardos de palha permitem trepar e interagir com a estrutura... João Peixoto
Fotogaleria
João Peixoto
Fotogaleria
... ou apenas apreciar as vistas e relaxar João Peixoto

"Agricultural Montain", fardos de palha à entrada de Guimarães

"Agricultural Montain" é um dos cinco projectos vencedores do concurso da "Performance Architecture", organizado pela Capital Europeia da Cultura

Há quem abrande ou conduza com a cabeça de fora da viatura, só para ver o que é. Quem sai da auto-estrada e entra na via rápida que dá acesso à Cidade-Berço, pode avistar uma estrutura, em palha, com 12 metros e meio de altura, que tem aguçado a curiosidade dos que por ali passam.

“Agricultural Mountain” é o nome dado ao volume piramidal, construído em fardos de palha e situado na Veiga de Creixomil, em Guimarães. O projecto foi criado pelo colectivo Intervenção urbana temporária (IUT), constituído pelos arquitectos Nuno Cruz, Bruno Gomes e António Lopes. O projecto foi um dos cinco vencedores do concurso "Performance Architecture", organizado pela Capital Europeia da Cultura (CEC) 2012.

"Depois de várias propostas, achámos que seria interessante fugir um bocado do centro da cidade, onde imaginámos que a maior parte das propostas iriam incidir", refere Nuno Cruz ao justificar a escolha pelo local. O objectivo é "trazer a cultura ao universo rural e agrícola", pois, à semelhança de todo o Vale do Ave, "Guimarães tem umas características especiais que combinam o rural e o urbano, em pano de fundo", explica o arquitecto.

A escolha de fardos de palha permitiu criar "um grande volume sem grandes custos e sem que danificasse o terreno", garante. Além disso, é um material que os arquitectos consideram possuir características especiais em termos de textura e também de cor: "Se vir este projecto com a luz do pôr-do-sol, ele fica com um "dourado fantástico".

A ideia do colectivo foi criar uma espécie de monumento efémero, reconhecendo nele, alusões à torre de menagem do Castelo de Guimarães ou à Torre de Belém, mas que ao contrário da função defensiva que existia neste tipo de edifícios, o objectivo é convidar as pessoas a lá entrar.

Até meados de Setembro

Para além da visibilidade exterior, a montanha de fardos de palha tem uma função lúdica e interactiva: "Nós privilegiamos essa relação com a palha e, portanto, é suposto as pesssoas irem para lá, subirem as escadas, o que obriga a pôr as mãos na palha", algo que "as crianças adoram", revela o arquitecto.

A instalação é composta por dois espaços fundamentais: a escadaria, onde as pessoas podem estar a "apreciar as vistas e a relaxar", e um espaço interior, de reflexão, onde se pode estar "calmamente, sem o ruído dos carros que passam na via rápida", clarifica Nuno Cruz.

A "Agricultural Mountains" foi inaugurada no sábado, dia 11 de Agosto, e vai permanecer até meados de Setembro, dependendo das condições climatéricas. Entretanto, os arquitectos querem desafiar vários artistas a intervir no espaço, para mostras e exposições de trabalhos, no decorrer da CEC 2012.