Mourinho: "Em vez de especial, deviam chamar-me o único"

Foto
Mourinho conseguiu o título em Espanha na segunda época à frente do Real Madrid Foto: Juan Medina/Reuters
Numa entrevista à SIC

, o treinador que foi campeão em Espanha (com Real Madrid, uma vez), em Itália (com Inter de Milão, duas vezes), Inglaterra (com o Chelsea, duas vezes) e Portugal (duas vezes com o FC Porto), sustentou que a carreira dele tem corrido bem, "graças a Deus".

"Gostem ou não de mim, sou o único treinador ou jogador que ganhou as três ligas mais importantes do mundo. Se calhar em vez de ser o especial ("Special One") deveriam passar a chamar-me o único, afirmou o treinador, durante a entrevista gravada enquanto a equipa de futebol de Madrid fez o estágio de pré-temporada em Los Angeles, EUA.

"Special One" foi a alcunha que lhe pôs a imprensa inglesa no dia a seguir à primeira conferência de imprensa de Mourinho depois de, a em Junho de 2004, ter sido contratado por Roman Abramovich, magnata russo e dono do Chelsea. O técnico chegou a Londres oriundo do FC Porto, clube com o qual tinha conquistado a Taça UEFA (actual Liga Europa) e a Liga dos Campeões, bem como dois títulos nacionais. Perante os jornalistas ingleses, Mourinho disse: "Por favor não me chamem arrogante, mas sou campeão europeu e penso que sou especial". As manchetes não se fizeram esperar.

Mourinho diz também que agora é "cada vez menos egoísta, menos egocêntrico". "Como praticamente já ganhei tudo a nível colectivo e individual, sou muito mais virado para os outros", sustenta o técnico, depois de sublinhar que se preocupa mais com o desempenho das equipas e dos jogadores do que com objectivos individuais.

"O prazer que me deu ganhar com o Inter de Milão foi ver um clube que não ganhava há 50 anos a voltar a ganhar. Este tipo de situação é o que neste momento me alimenta muito mais do que perseguir objectivos individuais".

A época 2012/2013 começa para a formação de Mourinho a 23 de Agosto, frente ao rival de sempre, o Barcelona, em jogo a contar para a Supertaça espanhola.

Sugerir correcção
Comentar