John T. Barr/Reuters
Foto
John T. Barr/Reuters

Megafone

Tecnologia digital que pode mesmo ser para todos

Há ferramentas online que podem ajudar pequenos negócios a crescer e aumentar a competitividade. E por pouco dinheiro

Todos os dias a Internet ajuda a diminuir desigualdades. Democratizou o conhecimento, aproximou as pessoas, globalizou o comércio, potenciou a meritocracia... é, talvez, o instrumento da maior obra social desde a revolução industrial. Esta tirada vai, certamente, valer-me raios e curiscos nos comentários mas... venham eles.

 

E é assim, num tempo em que tanto se fala de empreendedorismo, que, aqui na internet, quero aproveitar para falar de algumas ferramentas que podem ajudar muitos pequenos negócios a crescer, aumentando a sua competitividade. E por pouco dinheiro.

 

Comecemos por falar da construção de um website que apresente a empresa ou os produtos. Se se pretender implementar uma solução em HTML5 + CSS3, em que o conteúdo é editado directamente no código, existem na internet uma série de templates+código gratuitos com design de grande qualidade.

 

Se preferir uma solução com gestão de conteúdos, há uma série de ferramentas "open source" disponíveis: Wordpress, Joomla, Drupal, etc. Vou escolher apenas um, e o eleito é o Wordpress por me parecer o mais simples. Actualmente, esta plataforma já não é apenas utilizada para blogues e pode ser usada com outros objectivos, até mesmo como loja. E há também, por esse mundo fora, muitos designers a fazer templates interactivos e visualmente muito apelativos tanto para esta solução como para as outras referidas. Pode ainda encontrar aqui templates para apresentações em Power Point e para Newsletters.

 

É possível também configurar uma presença online através do Squarespace. Um serviço que, além de permitir a construção do site muito intuitivamente, inclui alojamento, domínio e suporte, entre outras funcionalidades. 

 

Existem também soluções open source de ecommerce tais como osCommerce, Magento, PrestaShop, mas essas implicam já mais competências ao nível da programação. O Shopify, é uma solução alternativa. É um serviço web based, que permite criar um website com loja, integração com sistema de pagamentos e backoffice para gestão de stock e vendas. Disponibiliza ainda templates e add-ons ao site, alguns deles gratuitos. E porque é importante experimentar um serviço destes, oferecem um período de teste de 30 dias.

 

Para gestão e envio de newsletters, recomendo vivamente o Mailchimp. Esta solução ajuda-o a desenhar o layout, no entanto, se preferir pode importar o HTML. Suporta a importação e gestão dos contactos e todo o processo associado ao envio de mailings, informando erros, emails abertos ou clicks por link. Para empresas com menos de 2000 clientes e que enviem até 12000 emails por mês, a utilização é gratuita.

 

E porque é preciso minimizar custos de deslocação, recomendo o Webex para video meetings, que, além de suportar video conferência/chat, permite partilha de desktop, documentos, etc. A utilização é gratuita para uma licença e até três pessoas por reunião.

 

Finalmente, há que não esquecer nem descurar as redes sociais - Facebook, Google+, Twitter, Pinterest, YouTube, Flickr, Picasa, Linkedin - e a capacidade mediática dos conteúdos virais. A estas e outras soluções, basta portanto juntar criatividade.