Natação

Ahmed Atari, "a enguia" de Londres 2012

Atari (ao centro) foi quase um minuto mais lento do que o segundo pior nadador dos 400 metros estilos
Foto
Atari (ao centro) foi quase um minuto mais lento do que o segundo pior nadador dos 400 metros estilos Foto: Marwan Naamani/AFP

Há 12 anos, nos Jogos Olímpicos de Sydney, um nadador da Guiné Equatorial deixava o mundo com a respiração suspensa enquanto esbracejava ao longo dos 100 metros de água que o separavam da linha de chegada. Este sábado, em Londres, o jovem Ahmed Atari, do Qatar, trouxe à memória a prestação do homem que ficou conhecido como "Eric, a enguia".

Eric Moussambani foi um dos nomes que ficaram na memória dos Jogos de Sydney 2000. Durante 1 minuto, 52 segundos e 72 centésimos, o inexperiente nadador ouviu os risos, as palmas e os gritos de incentivo de todos os que testemunhavam a sua prova. Já sem a concorrência dos outros dois nadadores da sua eliminatória, que foram desclassificados por terem saltado para a água antes do tempo, Moussambani transformava-se num misto de animador de serviço e exemplo de coragem e determinação.

Poucos segundos depois da partida, já todos percebiam que a água deixara de ser o elemento que Eric deveria dominar, transformando-se no seu principal obstáculo. Se Moussambani tivesse nadado na mesma eliminatória do vencedor da medalha de ouro de Sydney 2000 (o holandês Pieter van den Hoogenband), teria chegado um minuto e cinco segundos mais tarde.

Este sábado, durante as eliminatórias dos 400m estilos na piscina olímpica de Londres, foi impossível não recordar "Eric, a enguia". O protagonista foi Ahmed Atari, um jovem nadador do Qatar de 18 anos de idade que tocou na parede 59 segundos e 58 centésimos depois do vencedor da sua eliminatória; 45 segundos e 50 centésimos mais tarde do que o segundo pior nadador de todas as eliminatórias; e 1 minuto, 11 segundos e 29 centésimos atrás do melhor tempo do dia – o do japonês Kosuke Hagino. Na mesma prova, o português Diogo Carvalho fez o 26.º melhor tempo entre os 36 concorrentes (o tunisino Taki Mrabet foi desclassificado).

O site oficial dos Jogos Olímpicos não se alonga muito sobre o perfil de Ahmed Atari. Sabe-se que fez 18 anos em Maio passado, mede 1,79m e pesa 70 kg. Nasceu no Qatar, é estudante e defende as cores do Qatar Swimming.

No mês passado, em declarações ao site do semanário desportivo Doha Stadium Plus, Ahmed Atari mostrava-se preparado para a tarefa que tinha pela frente: "Temos treinado bem. Os nossos treinadores estão a ajudar-nos na preparação para os Jogos Olímpicos. Vamos ver o que conseguimos fazer." Atari, que chegou a Londres 2012 a convite do Comité Olímpico Internacional, estava naturalmente feliz por lhe ter sido concedida a oportunidade de nadar ao lado dos melhores do mundo: "Os Jogos Olímpicos são sem dúvida o maior palco para qualquer atleta. É o maior teste ao nosso trabalho. Por isso, é natural que todos nós tenhamos muitas expectativas."

Apesar do fraco resultado em Londres 2012, Ahmed Atari pode pôr os olhos na dedicação de Eric Moussambani. É que apenas quatro anos depois de se ter debatido com as águas de Sydney, "Eric, a enguia" já nadava os 100 metros em 57 segundos.