Eurostat

Produção industrial na zona euro recua 2,8%

Em Maio a indústria portuguesa foi a que mais subiu em toda a UE
Foto
Em Maio a indústria portuguesa foi a que mais subiu em toda a UE Foto: António Carrapato

A produção industrial entre os 17 países da moeda única euopeia caiu 2,8% em Maio em relação ao mesmo mês do ano passado. Portugal registou uma contracção da actividade de 6,7%, mas aumentou a produção face ao mês anterior e teve a maior subida da União Europeia (UE), revelou hoje o Eurostat.

A queda da produção industrial em Portugal desacelerou em termos homólogos, ao contrário do conjunto de países da zona euro, que pelo segundo mês consecutivo agravou a queda da produção, de 2,4% em Abril (face a Abril de 2011), para 2,8% agora. Todas as áreas da produção industrial contabilizadas pelo instituto estatístico europeu registaram descidas, das energias aos bens intermédios ou os chamados bens de capitais.

Quando se comparam os dados deste ano de mês para mês, a zona euro passa de uma contracção em Março e Abril para um ligeiro crescimento da produção industrial para 0,6%. Todas as áreas da produção industrial contabilizadas pelo instituto estatístico europeu registaram subidas mensais, com excepção da energia, que caiu 2,3%. Na comparação homóloga todas as áreas analisadas apresentaram variações negativas, com destaque para os bens de consumo duradouros que apresentaram uma quebra de 6,7% dentro da zona euro.

Na generalidade, os 27 países da UE apresentaram em Maio um aumento de produção de 0,5% face a Abril, com destaque positivo para Portugal que teve a maior subida (4,1%), e negativo para a Lituânia, que registou a maior contracção (16,3%).

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações